Sais de Schüssler

Sais de Schüssler:

Uma Abordagem Holística para a Saúde e o Bem-Estar

Os sais de Schüssler, também conhecidos como bioquímica celular ou terapia bioquímica, são uma forma de medicina complementar que se concentra na reposição e equilíbrio de minerais essenciais no organismo. Desenvolvida pelo médico alemão Dr. Wilhelm Heinrich Schüssler no século XIX, essa abordagem baseia-se na ideia de que desequilíbrios minerais dentro das células podem levar a uma série de sintomas e doenças. Os sais de Schüssler foram concebidos para restaurar esses desequilíbrios e promover a saúde e o bem-estar.

História:
A terapia com sais de Schüssler foi desenvolvida pelo Dr. Wilhelm Heinrich Schüssler, um médico alemão, no século XIX. Schüssler acreditava que muitas doenças eram causadas por desequilíbrios minerais dentro das células do corpo. Ele identificou doze sais minerais inorgânicos essenciais para a saúde celular e desenvolveu um método para administrá-los em doses homeopáticas, acreditando que isso poderia ajudar a restaurar o equilíbrio celular e promover a cura.

Princípios Básicos:
Os sais de Schüssler são preparações homeopáticas de doze minerais inorgânicos que são encontrados naturalmente no corpo humano. Esses minerais são considerados essenciais para o funcionamento saudável das células e são necessários em pequenas quantidades para uma variedade de processos biológicos. Os doze sais são os seguintes:

Sal 1: Calcarea fluorica
Sal 2: Calcarea phosphorica
Sal 3: Ferrum phosphoricum
Sal 4: Kalium muriaticum
Sal 5: Kalium phosphoricum
Sal 6: Kalium sulphuricum
Sal 7: Magnesium phosphoricum
Sal 8: Natrum muriaticum
Sal 9: Natrum phosphoricum
Sal 10: Natrum sulphuricum
Sal 11: Silicea
Sal 12: Calcarea sulphuricum

Os defensores dos sais de Schüssler acreditam que esses minerais são absorvidos pelas células de forma mais eficiente quando estão em uma forma homeopática. Eles argumentam que, ao equilibrar os níveis desses minerais dentro das células, é possível melhorar a saúde e aliviar uma variedade de sintomas.
Embora a eficácia dos sais de Schüssler não seja amplamente aceita pela comunidade médica convencional, muitos defensores relatam benefícios significativos em sua utilização para uma variedade de condições, incluindo problemas de pele, distúrbios digestivos, dores musculares e articulares, fadiga e ansiedade.

Posologia:

  • Casos agudos:
    Uma dose a cada hora ou duas horas.
  • Casos crônicos:
    Uma a quatro doses por dia.
  • Casos crônicos sem lesão:
    Tomar 3 gotas em água 2x ao dia por 28 a 30 dias. Se houver necessidade de apressar o tratamento, dar em 7, 15 ou 21 dias.
  • Casos severos de dolorimento:
    Uma dose a cada dez ou quinze minutos.

Definições se dinamização:
D12 é para Ferr – p; Sil; Calc – f.
D6 para todos os outros: , Kali-m D6, Nat-m D6 Calc-p D6, Kali-p D6, Nat-p D6, Mag-p D6, Calc-s D6, Kali-s D6, Nat-s D6
Tomadas separadas

A escolha do sal específico e a dosagem são determinadas com base nos sintomas individuais do paciente e na teoria dos tipos constitucionais. Alguns defensores também recomendam o uso de pomadas ou cremes contendo sais de Schüssler para aplicação tópica em áreas afetadas do corpo.

Considerações Finais:
Embora os sais de Schüssler sejam amplamente utilizados e tenham uma base de seguidores dedicados, é importante reconhecer que sua eficácia não foi comprovada por meio de estudos clínicos controlados. Além disso, a teoria por trás da terapia dos sais de Schüssler é contestada por muitos profissionais de saúde convencionais.
Antes de iniciar qualquer novo tratamento, é importante consultar um médico ou profissional de saúde qualificado, especialmente se você estiver lidando com uma condição médica séria ou crônica. Eles podem ajudá-lo a avaliar os benefícios potenciais e os riscos associados aos sais de Schüssler e recomendar o curso de tratamento mais apropriado para suas necessidades individuais.
Em última análise, a decisão de usar sais de Schüssler ou qualquer outra forma de medicina complementar deve ser feita com base em informações claras e precisas, bem como em uma compreensão completa dos potenciais benefícios e limitações desses tratamentos.