Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Allium cepa

Allium cepa

Casali

Allium cepa

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com a cebola (bulbo) tipo roxa (forte quanto ao cheiro ou sabor). Ao ser cortada a olfação irrita e causa reação espasmódica, causa secreção nasal e ocular.
A cebola pertence à família Liliaceae hoje também denominada Alliaceae.

Alguns compostos bioativos:
Aliína, Sulfóxido de Cisteína, Prostaglandina, Ácido pícrico.

Palavras chave:
Corrimento nasal, gases fétidos. Coriza animal.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Irritação da mucosa.

Sinais de Exaltação:
Sensações de calor em várias partes do corpo, mucosa nasal lesionada, faringe ferida, garganta latejando, pressão na base do nariz.

Sinais Gerais:
Mucosa das vias respiratórias com irritação repentina (agrava em local úmido). Mucosa do intestino com irritação e dor. Corrimento aquoso contínuo abundante com tendência irritante (agravando em quarto quente e com umidade, melhorando ao ar livre ou em quarto com temperatura amena). Coceira no nariz. Espirros, corrimento nasal ardente, dores frontais, irritação ocular, lacrimejamento abundante/irritante, vermelhão e ardência nos olhos que piora com claridade, laringe irritada (diminui com a tosse e a inspiração de ar frio), rouquidão, tosse espasmódica/seca irritante na laringe que falando agrava.

Generalidades:
Os sintomas mentais melhoram quando aumenta a coriza e o calor do ambiente. Melhora com ventilação, ar fresco, ao ar livre, em ambiente fechado frio. Agrava à tarde e ao anoitecer. Agrava em ambiente fechado e quente.

Perfil (Criança):
São crianças medrosas, medo maior à noite, com pesadelos (precipícios, quedas, tempestades, lutas, água). Vários sinais físicos se destacam, crises respiratórias por resfriado alérgico, gripes repetidas, baixa resistência orgânica, nariz escorrendo frequentemente ficando vermelho assado (do nariz até o lábio superior). Dor de cabeça, nevralgia facial, dor de ouvido, lacrimejamento, dor de garganta.

Indicações:
Quadros Comuns 
Cólicas flatulentas das crianças. Quando as dores dos nervos acontecem seguindo como se fosse alguma linha dentro da face, dentro da cabeça, no pescoço, no peito, nas unhas ou outras partes do corpo. Dor na bexiga ou na próstata, dor nas virilhas. Nevrite traumática crônica, como acontece após a amputação de membros. Nevrites pós cirúrgicas. Paralisia facial. Feridas dos pés causadas por sapato. Coqueluche principalmente quando associada a transtornos digestórios seguidos de vômitos ou de gases intestinais. Dor de ouvido (otalgia), otite catarral purulenta, dor de dentes que diminui no quarto e com bebida quente (aumentando com bebida fria), agravação por perfume. Dores ardentes. Coriza que muda de narina. Sintomas que surgem na face em consequência de umidade, após vento frio, vento úmido, ou umidade nos pés. Resfriados nos locais frios e úmidos. Fotofobia. Febre de feno.
Pálpebra inchada. Tosses que a pessoa agarra a garganta pois tem a sensação que vai rompê-la. A pessoa evita tossir, segura a tosse ao máximo. Dores fortes com latejamento ao longo do nervo traumatizado ou da parte que restou após a amputação. Dores intensas que exaurem as forças. Cólicas quando o organismo é exposto à umidade (pés molhados), cólicas após a ingestão de alimentos aquosos principalmente pepinos e outras hortaliças. Cólicas flatulentas (frequentemente periumbilicais) que agravam quando sentado e melhoram ao caminhar ou após liberação de flatos. Gases úmidos e fétidos que ocorrem com diarreias e de madrugada.

Quadros animais:
Coriza. Sequelas de friagem.

Quadros vegetais:
Tendência a proliferação de fungos em frutos pós-colheita após esfoladuras e tão logo são colocados na câmara fria. Tendência a incrementar os fungos em câmaras frias contendo frutos aromáticos tais como maçã ou laranja. Quadros de míldio e ferimentos com lenta cicatrização. Plantas com deficiência de água e de nutrientes. Cultivos com evapo-transpiração aumentada (ou cessada). Fotossíntese diminuída, com ataque de fitoftora (em tomate e batata). Frutos com podridão cor parda e com empedramentos, pulgões ou trips causando danos.

Observação:
Não usar em feijão ou ervilha por causa do risco de inibir o crescimento.

Atenção:
Nevralgias seguindo linhas no corpo. Dores na forma de filete. Latejamento na forma de linha. Dores que alternam de lado no corpo. Pessoas com baixa resistência orgânica, com digestão difícil mas gulosas e medrosas.

Dinamizações:
Dores latejantes de nervos traumatizados (9CH a 30CH).
Cólicas (5CH e 6CH).
Corizas agudas repentinas (4CH a 9CH).
Coriza aguda que se repete (9CH a 30CH).

Outras Denominações:
Cepa.

Allium cepa

Autor: Sr Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
Allium cepa afeta as membranas mucosas do nariz, olhos, laringe e intestinos, causando aumento da secreção. Sensação de queimadura. Nos olhos, nariz, boca, garganta, bexiga e pele. A secreção nasal é acre. A secreção do olho é branda. As dores nevrálgicas são disparadas, tão finas quanto um fio, após lesões nos nervos ou amputação ou outras operações cirúrgicas. Neurite crônica traumática. Os sintomas vão da esquerda para a direita. Coriza do cantor. Neuroma. Gangrena senil. Sensação de calor incandescente em diferentes partes do corpo.

Piora:
Allium cepa é pior em locais quentes. Pés molhados. Tempo úmido. Primavera. Noite. Comer peixe estragado, pepino. Saladas.

Melhora:
Fresco ao ar livre. Banho. Movimento.

Mente:
Medo de que a dor se torne insuportável. Melancolia.

Cabeça:
Dor na testa, estendendo-se aos olhos e rosto. Melhora com coriza livre ou menstruação, retorna quando o fluxo cessa. O choque elétrico passa pela cabeça. Ossos do crânio dormentes.

Olho:
Muita queima, esperteza, profusa lacrimejamento sem graça pior tosse, quer esfregá-los. Objetos próximos parecem distantes, enquanto bocejam.

Ouvidos:
Dor que se estende até a garganta.

Nariz:
Allium cepa tem espirros frequentes e violentos coriza com secreção acre e fluente, com queimação e estreitamento no nariz. Gotejamento nasal. Sensível a odores, das flores e da pele dos pêssegos. Descarga acre, ao cantar.

Rosto:
Paralisia, lado esquerdo, também de membros do mesmo lado.

Garganta:
Crueza da garganta. Dor que se estende até o ouvido. Gotejamento da úvula. Como de um nó na garganta ou alguém engoliu um grande caroço.

Estômago:
Desejo por cebolas cruas, que concordam. Dor na região do piloro. Transpiração agulhada no vértice calva piora após cada refeição. Apetite voraz com sede. Náusea. Eructações.

Abdome:
Flatos ofensivos ruidosos. Cólica flatulenta, pior sentado, movimento. Calor incandescente no reto.

Urinário:
Urina abundante; com Coriza. Estrangulamento após pés molhados. Drible de urina em pessoas idosas.

Masculino:
Dor na bexiga e próstata após coição.

Feminino:
Phlegmasia alba dolens, após o parto instrumental.

Órgãos respiratórios:
Rouquidão, tosse incessante, cócegas, pior inspirando ar frio,  com uma sensação como se a laringe estivesse dividida e rasgada, deve compreendê-lo. A tosse é tão problemática que ele quer segurá-la. A laringe é dolorosa ao falar. Bronquite em pessoas idosas.

Extremidades:
As articulações ficam coxas; Úlceras ou pele é esfregada pelos sapatos, especialmente nos calcanhares. Os membros, especialmente os braços, sentem-se doloridos e cansados. Pés doloridos de longa caminhada.

Sono:
Bocejo; em sono profundo, ou com dor de cabeça e sonolência, e cãibras no estômago.

Pele:
Estrias vermelhas subindo, criminoso, das mulheres deitadas.

Relacionado:
Euphrasia; Gelsemium; Kali-iod.

Complementar:
Fósforo; Pulsatilla; Theridium

Allium cepa

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonímia:
Cepa. Pertence às Liliaceae.
Coqueluche com perturbações digestivas, vômitos e flatulência. Coriza (defluxo): corrimento nasal profuso, aquoso e irritante, com profuso e brando lacrimejamento (contrário de Euphrasia), dor de cabeça, opressão na raiz do nariz, espirros. Hidrorréia nasal. Laringite catarral; a tosse é tão dilacerante que o doente evita tossir e leva a mão à garganta, pois parece que a tosse vai despedaçá-lo. Tosse espasmódica. Dores nevrálgicas filiformes na face, cabeça, pescoço, peito, unhas ou qualquer outra parte do corpo. Nevrite traumática crônica depois de amputação. Paralisia facial à esquerda. Nevrites post-operatórias. Eficaz nas feridas dos pés causadas pelo atrito dos sapatos. Poderoso remédio das cólicas flatulentas das crianças. (DR. J. KENT). Agravação à tarde e ao ar quente; melhora ao ar livre e fresco. Cólicas com gases fétidos e úmidos.

Complementares:
Phosp., Puls., Sars. e Thuya.

Remédios que lhe seguem bem:
Calc. e Silicea.

Inimigos:
Allium sativum, Aloé e Scilla.

Antídotos:
Arnica, Chamomilla, Nux, Thuya e Verat.

Dose:
3.ªx à 30.ª e 200.ª.

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos