Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Antimonium tartaricum

Antimonium tartaricum

Casali

Antimonium tartaricum 

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com o Tartarato de Antimônio.

Palavra chave:
Ressaca alcoólica. Muco no pulmão.

Indicações:
As indicações são bastante próximas do A. crudum. Tem sido mais indicado em quadros de muco nas vias respiratórias acompanhados de fraqueza, sonolência, e sudorese. Outros quadros são: Esquistossomose. Transtornos digestórios de alcoólicos (com cólicas). Pessoas com gota. Calafrios musculares com dores.
Verrugas na glande (pênis). Sensação de faixa comprimida na testa. Língua pastosa. Sensação de peso no cóccix. Rosto pálido com suor frio e tremor no maxilar inferior. Náusea e vômitos.Sede com aversão a alimentos e bebidas ácidas. Uretra com ardor e algum sangue. Tosse acompanhada de bocejos. Paralisia iminente dos pulmões. Dor forte sacrolombar. Pele com erupção tipo pústula. Qualquer distúrbio ou disfunção causa sonolência e agrava à noite ou com alimentos ácidos.

Atenção:
Esquistossomose.Sonolênciacrônica.Broncopneumonia.Pessoas lentas (muito lentas), desanimadas, indiferentes, preguiçosas, catarrentas (catarro agarrado), muito vulneráveis a umidade e frio.

Antídotos:
Sepia, Pulsatilla.

Proximidade:
Ipeca, Kali sulphuricum.

Dinamizações:
2CH, 4CH, 5CH, 6CH.

Outras denominações:
Tartarus emeticus, Tantimoniatus, Kali tartaricum.

Antimonium tartaricum 

Autor: Sr Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
Há alguma semelhança de sintomas entre Ant-c e Ant-t esp. Ant-t, afeta as membranas mucosas esp. de brônquios e pulmões, causando grande acúmulod de muco, com chocalhos grosseiros, assim a respiração é impedida e a ação do coração torna-se trabalhosa; Ocorre oxigenação defeituosa na circulação do sangue. Todas essas condições causam cianose, depressão do poder vital. Paciente fica cada vez mais fraco, sua, fica sonolento e relaxado com falta de reação. É adequado para idosos e crianças; a indivíduos gotosos e bêbados, com afecções gástricas. Tremores de corpo inteiro, grande prostração e desmaio. Sensação de peso ou peso em muitas partes; cabeça, occipício, cóccix, membros. Espasmos convulsivos. Inquietação, lamúria e choro, diante do ataque da doença. Tremor crônico da cabeça e das mãos (como na paralisia agitante). Calafrios e contraturas e dor nos músculos. 
Gotícula da membrana sinovial. Convulsões quando as erupções não aparecem. A criança deseja continuamente ser carregada ereta, sem querer ser olhada ou tocada. Queixas que surgem na esfera digestiva. Efeitos da raiva e do vexame. Prostrado na mente e no corpo. Bebês que amamentam solt am o mamilo e gritam como se estivessem sem fôlego As crianças têm convulsões se a atenção for jogada sobre elas. Efeitos nocivos da vacinação quando Thuja falha e Silicea não é indicado. Sensação de frio nos vasos sanguíneos. Apega-se aos atendentes.

Piora:
Quente; quarto, envolvimentos, tempo. Raiva. Mentindo. Manhã. Superaquecimento. Frio; umidade. Ao sentar-se, quando sentado, levantar-se de um assento. Movimento. Coisas azedas. Leite.

Melhora:
Expectoração. Sentado ereto. Movimento. Vómito. Eructação. Deitado do lado direito.

Mente:
Medo de ficar sozinho. Mau humor. Desanimado. Assustado, a cada ninharia. Delírio murmurante. Estúpido ao despertar. Apatia ou facilmente irritado;  quer ser deixado em paz. Peevish; choramingando e gemendo. Desespero de sua recuperação. Apega-se aos atendentes. A consciência diminui ao fechar os olhos. Melancólico; queixa-se de inúmeros sofrimentos.

Cabeça:
Banda como se sentisse na testa. Cabeça quente e suada Trembling da cabeça, enquanto tosse. Vertigem; com embotamento e confusão alternando com sonolência. Como de um caroço na testa. Vertigem de levantar a cabeça do travesseiro. Acessos de vertigem com faíscas diante dos olhos. Dirija-se melhor ao ar livre, lavando com água fria e movimento. Cabeça curvada para trás.

Olho:
Escuro, olhos nadando. Coleta de muco nas margens das pálpebras (em Pneumonia). Um olho fechado. Erupções pustulosas na conjuntiva. Bruxuleante; faíscas diante dos olhos. Olhos fixos.

Nariz:
Afiado. Narinas dilatadas, pretas. Alae batendo.

Rosto:
Doente, afundado. Pálido, azulado ou contraído com tosse. Coberto de suor frio. Tremores incessantes do queixo e da mandíbula. Lábio superior desenhado. Ansioso, desesperado. Pústulas, deixando cicatrizes azul-vermelhas feias.

Boca:
Fluxo de saliva; durante a gravidez. Língua; grosso, branco pastoso muito vermelho ou vermelho em estrias; secar no meio; As papilas aparecem através do casaco branco. A boca permanece aberta após o bocejo. Gosto; amargo, plano. Língua flácida, seca. Marcas de dentes na borda da língua.

Garganta:
Muito muco na garganta com respiração curta. Engolir doloroso ou impossível.

Estômago:
Desejo de maçãs, frutas e ácidos que discordam. náusea; vem em ondas; com fraqueza e suor frio; Ódio, ansiedade ou medo, seguidos de dor de cabeça, com bocejo e lacrimejamento e vômitos. Vómitos forçados, depois exaustão e sono. Revolta violenta. Afundando no estômago. Vomita com muito esforço. Sede de água fria pouco e muitas vezes. Eructações como ovos ruins. Vómitos melhor deitado do lado direito. Aversão ao leite, a todo tipo de alimento. Sem sede.

Abdome:
Sente-se como se estivesse cheio de pedras. Cólica violenta com sonolência. Diarreia, de doenças eruptivas. fezes mucóides, de grama verde. Dor nas virilhas e frio rasteja antes da menstruação. Palpitação durante as fezes.

Órgãos Urinários:
Ardor na uretra durante e após a micção. Última gota ensanguentada, com dor na bexiga.

Masculino:
Dor nos testículos após gonorreia verificada. Orquite. Verrugas na glande.

Feminino:
Leucorréia, de sangue aquoso pior sentado. Convulsões puerperais melhor após o nascimento da criança.

Órgãos respiratórios:
Respiração desigual, respiração abdominal, falta de ar sufocativa; antes de tossir ou alternando com tosse. Um folheto parece fechar a traqueia. tosse grosseira, solta e agitada. O peito parece cheionencada vez menos é levantado. Tosse seguida de vômitos ou sono pior, raiva. Deve sentar-se para respirar ou tossir. Tosse e bocejo
alternadamente. Expectoração espessa. Asfixia Neonatal, criança sem fôlego e pálida ao nascer. Paralisia dos pulmões, com edema. Tosse e dispneia melhor deitado do lado direito, por eructações, bebidas quentes piores. Bronquite capilar; pleuropneumonia. Enfisema. Sensação aveludada no peito. Criança se curva para trás, com tosse.

Antimonium tartaricum

(Tartáro emético)

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonímia:
Kali-stibico tartaricum, Tartarus antimoniatus e Tartarus emeticus. A característica principal este medicamento é o excessivo acúmulo de mucosidade no peito com expectoração difícil e insuficiente; opressão, dispneia, suores frios, face pálida ou azulada, grande sonolência; bronquite, asma pulmonar (sobretudo no curso de uma hidropisia geral), bronquite capilar e broncopneumonia da infância (grande remédio), pneumonia da gripe, etc. Grande sonolência. Face coberta de suor frio. “Pouco importa o nome da moléstia, bronquite, pneumonia, asma ou coqueluche: há grande acúmulo de mucosidades com estertores grossos enchendo todo o peito e ao mesmo tempo impossibilitando de expectorar, Tartarus emeticus é o primeiro remédio em que se deve pensar. Isto é certo em todas as idades e constituições, porém particularmente nas crianças e nos velhos” (DR. E. B. NASH). Desejo de comidas ácidas. Aversão pelo leito. É um muito valioso remédio para a forma catarral das asmas, quando há muito muco no peito e acentuada falta de ar” (S. RAM). Indigestão por abuso de maçãs cruas. Um remédio do lumbago (3.ª) e da fotofobia. Peso no cóccix. Pode ser dado na varíola, desde o começo; nas cólicas espasmódicas e flatulenlas depois de Colocynthis.

Ponto de Weihe:
Sobre a linha mediana, entre a linha espinhal e o ângulo interno da omoplata (braços pendentes) no 3.° espaço intercostal, bilateralmente.

Complementares:
Ipeca.

Remédios que lhe seguim bem:
Baryt. carb., Cinna, Camphora, Ipeca, Pulsatilla, Sepia, Sulphur, Terebint. e Carb. veg.

Antídotos:
Assafoetida, China, Cocculus, Lauroceras., Opium, Pulsatilla, Rhus e Sepia.

Duração:
20 a 30 dias.

Dose:
3.ªx trit., 5.ª 6.ª, 12.ª e 30.ª

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos