Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Baptisia tinctoria

Baptisia tinctoria

Casali

Baptista tinctoria

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é obtida com a planta denominada anil (anileira, indigo, timbó-mirim), comum no meio rural, usada também como planta medicinal nos casos de cólicas, afecções das vias urinárias, febre, nervosismo, distúrbios gástricos, intoxicações, prisão de ventre, icterícia, hepatite, dor de dente.

Palavras chave:
Prostração. Dor muscular. Febre causada por distúrbios digestórios. Dupla personalidade. Tifo. Aborto em animais febris. Putrefação.

Patogenesia
Sinais funcionais:
Congestão cerebral com prostração, com confusão mental, com agitação corporal. Inflamação da mucosa digestória com tendência a ulcerar e fermentar (causando odor pútrido). Tendência à hemorragia. Atua por pouco tempo. 
Estimula a síntese de anticorpos.

Sinais de exaltação:
Sensações buraco no estômago, desordem das ideias, estar sem rumo, parte do seu corpo está separada, ser duplo, calor, aumento de volume da cabeça ou das mãos, constrição da faringe não permitindo engolir alimentos sólidos (apenas líquidos), pele arrancada da fronte após ser esticada, cabeça estar nadando, sufocação.

Sinais mentais:
Pensa desordenadamente. Confusão mental. Não consegue pensar nem se concentrar. Tem tendência ao delírio e ao desdobramento da personalidade. Insensibilidade, desespero pela auto-cura. Depressão aguda. Dupla personalidade.
Agitação mental com estupor (a pessoa está consciente do que fazer mas não reage, não age, paralisia repentina).

Sinais comportamentais:
Indiferente a tudo. Murmura. Adormece enquanto lhe falam ou lhe perguntam ou enquanto conversa. Comporta-se como parcialmente embriagado e pessoa sem rumo. Embora cansado e com sinais de corpo quebrado, se mexe constantemente.

Sinais emocionais:
Insensibilidade, sem alegria. Tristeza e depressão.

Sinais Subconscientes:
Medo de dormir por causa dos pesadelos e porque tem sufocação.

Sinais gerais:
Desejo de ar fresco ou de água fria no rosto.

Sinais físicos:
Congestão cerebral. Nas febres há congestão vermelha escura na face. Pulso aumenta, depois, enfraquece. As febres aumentam rapidamente, há prostração física, agitação. Língua marrom com centro seco. Gengiva ferida. Urina escura, alcalina, fétida. Todas as secreções ou excreções têm tendência ao mau cheiro. Faringe vermelha escura com pequenas ulcerações dolorosas e fétidas, muco sanguinolento.
Abdômem distendido e flatulento. Diarreia irritante muito fétida escura indolor e esgotante. Incontinência na evacuação. Dispneia, constrição no peito, sufocação angustiante ao adormecer. Calafrio nas costas, manchas na pele. 
Dores nos músculos com maior sensibilidade sob pressão ao deitar. Gengiva inchada.

Generalidades:
Agrava: 
Com calor úmido, com neblinas, estando dentro decasa.

Melhora: 
Caminhando ao ar livre.

Perfil (Criança e Adulto):
Tem aflição interior, preocupação, indisciplina, olhar de sofredora buscando socorro. Vira os olhos em todas direções. Agitação mental, mas fisicamente prostradas. Inquietude mental e acomodação física. Acorda assustada e não dorme pensando no seu mundo. Hálito, urina, suor, ferida, secreção nasal, fezes, tudo fétido. Dificuldade de engolir, engasga fácil. Língua marrom, rachada com papilas vermelhas. Fisionomia de embriagado e embrutecida.

Indicações
Quadros Comuns:
Adoecimento que se inicia por calafrio, dor no corpo, dor geral, nervosismo, irritação, vem a sonolência, a preguiça mental e a melancolia. É específico de febres gástricas, dos transtornos gastrintestinais que causam febre. Com mau cheiro em fezes, urinas, suores, úlceras, saliva e hálito. Constipação com timpanite. Mal estar estando deitado, toda posição causa dor no corpo. Boca e gengiva ulcerada. Estomatite, difteria sem dor de garganta, só engole líquidos, sede constante. Gripes catarrais com dores, sonolência, cabeça pesada, inflamação na garganta, sem apetite, forte prostração, depressão e febre (tomar a cada hora). Nas gripes com sintomas gastrintestinais, língua coberta, náuseas, vômito, diarreia fétida. Febre que aumenta lentamente (dos tuberculosos). Prostração febril. Na febre biliosa, nas febres com sequelas gastrintestinais. Nas febres contínuas irregulares com náuseas, prisão de ventre ou diarreia, língua com muco branco aderido. Quando há ameaça de aborto nas febres altas.

Quadros animais:
Distúrbios digestórios seguidos de febre e de prostração. Gripes com catarro. Língua branca. Diarreia fétida. Ameaça de aborto por causa de febre alta. 3CH, 12CH, 30CH.

Atenção:
Usar quando o Opium falhar. Idosos com pulso intermitente e diarreia. Andar como embriagado. Pode ser alternada com Arsenicum album ou Rhus tox. Aumenta imunogênese.

Dinamizações:
Distúrbios físicos gerais
4CH a 15CH.Distúrbios mentais e de exaltação 
7CH a 30CH.Varíola 
1CH durante todo o período do quadro. Sarampo 
1CH apenas no período final. Gripes com catarro, dores, cabeça pesada, garganta inflamada, prostração febre e depres são mental 3CH a cada hora.

Homeopatias sucessoras recomendadas:
Nitricum acidum, Terebintinae, Crotalus horridus, Hamamelis, Pyrogenium.

Duração:
6 a 8 dias.

Homeopatia análoga:
Echinacea (não usar simultaneamente, é incompatível).

Outras denominações:
Podalyria tinctoria, Sophora tinctoria.

Baptista tinctoria

Autor: Sr Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
O índigo selvagem da América tem a sua reputação como um remédio para a febre tifoide. Afeta o sangue, causando quadros sépticos, febre baixa e envenenamento por malária. A sensação de dor, peso e dor dos músculos é muito acentuada. A prostração é rápida, a cama parece muito dura por causa da dor nos músculos, mas ele se sente muito fraco para se mover. As membranas mucosas escurecem. Descargas, fezes, hemorragias, etc. são de cor escura. Manchas escuras aparecem no corpo. Falta odor do corpo, hálito, de excreções, fezes, suor,urina etc.
Marrom sordes, fezes, menstruação. Escaras. Gripe. Toxemia intestinal crônica de crianças, com fezes fétidas e eructações. Corpo sem vida, mas mente inquieta. Insensível à dor. As peças parecem dormentes ou muito grandes. Inquieto, sempre esfrega as mãos, histérico. Em baixa potência aumenta o poder de resistência do corpo contra a febre tifóide. Efeitos nocivos das injeções de soro antitifóide.

Piora:
Calor úmido. Névoa. Na sala. Pressão ao acordar. Andando. Ar livre. Vento frio. Outono. Clima quente.

Mente:
Senso de dualidade. Aversão ao esforço mental e corporal. Acha que está quebrado ou duplo. As partes parecem separadas ou espalhadas. Joga-se na cama tentando juntar as peças. Sem esperança de recuperação e certa da morte. Enfadonho e confuso. Adormece enquanto responde ou não completa a frase. 
Delírio errante e murmurante. Indiferença perfeita. Perplexo. Imagina que seus membros estão conversando entre si.

Cabeça:
Sente, muito grande, pesado, entorpecido. A partir de um golpe ou dor forte no occipital. Vertigem, com sensação de fraqueza esp. de membros inferiores e joelhos. Vertex sente como se fosse voar. Cérebro sente dor.

Olhos:
Pálpebras pesadas. Os olhos parecem inchados. Meio fechado.

Ouvidos:
Surdez precoce em condições semelhantes à febre tifóide.

Nariz:
Dor na raiz. Epistaxe de sangue escuro. Ilusão de cheiro como de penas queimadas.

Face:
Sombrio, encharcado, enlouquecido, estúpido. Músculos da mandíbula rígidos. Lábios rachados e sangrando.

Boca:
Faixa marrom no centro da língua. A língua parece queimada. Hálito fétido. Discurso grosso. Úlceras na boca. Gosto plano, amargo. Boca escura, vermelha e úmida. Língua rachado, sangra, parece grosso ou é fortemente revestido. A mandíbula inferior cai. Saliva viscosa. Boca dolorida de mamar. Amígdalas e palato mole
inchados.

Garganta:
Escuro, vermelho, túmido. Dormente por dentro, mas sensível por fora. Só consegue engolir líquidos, pelo menos alimentos sólidos. Constrição do esôfago no orifício cardíaco. Úlceras irregulares na garganta. Espasmos de garganta.

Estômago:
Sensação de afundamento no estômago. Vômito fácil. Dor na região epigástrica. Sensação de uma substância dura. Ataques súbitos de vómitos e diarreia, com febre, febre gástrica. Todosos sintomas pioram com a cerveja.

Abdome:
Região lilás direita sensível. Dor na vesícula biliar, com diarreia. Diarréia  fezes repentinas, terrivelmente sujas, pastosas, indolores, escuras, ardósia ou com sangue. Disenteria dos idosos, com dor nos membros inferiores das costas e calafrios. disenteria indolor com febre. Toxemia intestinal de crianças, com fezes fétidas e eructações. Estreitamento de pilhas.

Órgãos urinários:
Urina escasso, vermelho escuro, alcalino, fétido, verde claro. Uremia.

Masculino:
Orquite. Pressionando a dor nos testículos como se espremido.

Feminino:
Ameaça de aborto, de choque mental, depressão, febre baixa. Menstruação muito cedo, muito profusa. Lóquios, acre, sujo. Febre puerperal. Estomatite de mães que amamentam.

Órgãos respiratórios:
Respiração difícil devido à fraqueza do peito piora ao acordar, melhor em pé. Anseia por ar. Asma brônquica. Os pulmões parecem apertados e comprimidos. Medo de dormir devido à sensação de sufocamento e pesadelos.

Coração:
Pulso primeiro acelerado, depois lento e fraco.

Pescoço e Costas:
Pescoço cansado, não consegue segurá-lo facilmente em qualquer posição. Dor no sacro ao redor dos quadris e pernas. Costas doloridas e machucadas. Escaras. Sente-se como se estivesse a bordo. Os sintomas irradiam da parte inferior das costas.

Extremidades:
Rigidez e dor, dor e repuxamento nos braços e pernas.

Sono:
Sonolento, estúpido e lânguido, desliza para baixo na cama. Pesadelos e sonhos assustadores. Mentiras enroladas como um cachorro de um lado.

Febre:
Hiperpirexia. Febres adinâmicas, febre tifóide, febre a bordo. Suor alivia.
Gripe gástrica.

Pele:
Manchas lívidas por todo o corpo e membros.

Relacionado:
Arn, Géis, Hyos, Lach, Mur-ac, Op, Rus

Baptista tinctoria

(Anil selvagem)

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonímia:
Podalyria tinctoria e Sophora tinctoria. Pertence às Leguminosae. É o verdadeiro específico das febres gástricas e das infecções gastrintestinais febris, com tendência ao estado tífico. Grande prostração. Todas as exalações e excreções são fétidas, especialmente nos estados tifóidicos: hálito, fezes, urinas, suores, úlceras, saliva. Prostrado, responde ao que se lhe pergunta para cair depois de novo em prostração. Ar triste e embrutecimento da face. Depressão mental. Incapaz de pensar. O paciente de Baptisia tem de começo calafrios, dores pelo corpo, endolorimento geral e irritabilidade nervosa. Em seguida à sonolência, o doente cai em estupor; distração mental ao responder a uma pergunta; a fisionomia torna-se triste e embrutecida. Está perdido em pedaços espalhados em torno da cama. Delírio musicante. Diarreia muito fétida ou constipação com timpanite. Procura reunir o seu corpo que lhe parece estraçalhado. Intolerância à pressão. Indescritível sensação de mal-estar. Em qualquer posição em que se deite, oa se tornar diarréicas, especialmente se são também fétidas, a Baptisia, já por outros sintomas adaptada à pirexia, torna-se homeopática à totalidade do estadodo enfermo, e operará a cura mais rapidamente do que qualquer outro medicamento”. (DR. HUGHES). Pulso intermitente, especialmente dos velhos. Disenteria dos velhos. Um dos nossos melhores remédios para combater a febre hética dos tísicos: “reduz o pulso e a temperatura, diminui a profusa expectoração purulenta e quase extingue a tosse”. (DR. J. S. MITCHELL). Adinamias febris. Quando é aparentemente indicada e ineficaz, dê Opium. Na colibacilose, na febre remitente biliosa, nas febres tifóides benignas, nas febres tropicais inominadas, com sintomas gastrintestinais; depois de Aconitum, no começo de uma febre, se aparecerem sintomas gastrintestinais, náuseas, anorexia, língua muito saburrosa, tendência à constipação de ventre ou à diarreia, febre contínua irregular, prostração, etc., dê-se logo Baptisia (podendo-se alterar com Arsenicum album ou com Rhus tox.). Diarreia matinal com evacuações frequentes, fétidas, eructações. Infecções gastrintestinais das crianças, com fezes fétidas e eructações. Quando, numa febre grave, há ameaça de aborto, Baptisia é o remédio.

Ponto de Weihe:
Meio do 1/3 da linha que vai da cicatriz umbilical ao ponto de Chelidonium.

Remédios que lhe seguem bem:
Nitri-acid., Terebint., Crotal., Hamam. e Pyrogen.

Duração:
6 a 8 dias.

Ação análoga:
Echinacea.

Dose:
Tint.-mãe, 1.ª 3.ª 5.ª 6.ª 12.ª e 30.ª.

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos