Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Chininum sulphuricum

Chininum sulphuricum

Casali

Chininum sulphuricum

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com sulfato de quinino.

Palavra chave:
Malária suprimida, coluna vertebral.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Crises periódicas de febre e de nevralgias. Congestão no ouvido (com zumbidos, menor audição). Fraqueza geral com dor nas vértebras. Irritação dos rins.

Sinais Gerais
Queda do número de hemácias e da hemoglobina, aumento dos cloretos. Dificuldade de permanecer em pé. Surdez com barulhos no ouvido. Sensibilidade da coluna vertebral com dores que atingem o pescoço e a cabeça. Urina sanguinolenta.
Pele sensível. Angústia. Temperatura abaixo do normal.

Sinais Físicos:
Dor de cabeça (fronte e têmporas), melhorando com pressão local, agravando ao meio dia e no local esquerdo, com nevralgia na parte inferior dos olhos e ao redor, periódicas (regularmente). Pele com prurido, pústulas, vesículas, enrugamento. Prurido e congestão do intestino reto. Fragilidade dos vasos sanguíneos.

Indicações
Quadros Comuns:
Febre intermitente com periodicidade, sede durante a crise. O horário da febre e dos suores é bem marcado. Os suores diminuem estando coberto. 4CH ou 5CH fora da crise (após a crise 9CH).
Febre com grande fraqueza (principalmente das pernas). 1D ou 2D a cada 3 horas.
Fraqueza, anemia, suores intensos, sensibilidade na raque, palpitação cardíaca (5CH a 9CH).
Nefrite crônica com albuminuria, suores intensos e fraqueza. Excesso de ácido úrico e de cloreto na urina (5CH ou 6CH).
Nevralgia periódica, agravação com o toque, com pressão leve e pela manhã. Melhora com pressão forte. Nevralgia facial com dores fortes nas órbitas ou nos olhos e com lacrimejamento (7 a 30CH).
Nevralgia intermitente acima das órbitas (2D).
Dor de cabeça crônica (3D).
Polineurite com perda repentina da visão (30CH).
Zumbido nos ouvidos, congestão dos ouvidos causados por eretismo circulatório em pessoas anêmicas com cefaleia latejante e rosto caloroso, com vertigens (5CH a 9CH).
Reumatismo agudo e gota das articulações (1D a cada 2 horas).
Eczema com vesículas em pessoas com artrite (1D).
Sensibilidade na coluna (5CH a 12CH).

Atenção:
Pode provocar o reaparecimento dos sintomas da malária suprimida. Usado em distúrbios da coluna com periodicidade.

Dinamização:
1D (cada 2 horas) a 30CH, 60C e 1000C.

Outras Denominações:
Chininum, Quina sulphate, Quina sulphas, Sulpha quinicus

Chininum sulphuricum

Autor: Sr Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
O sulfato de quinina atua nos nervos causando grande sensibilidade a influências externas e neuralgia periódica. No sangue causa diminuição rápida dos glóbulos vermelhos e redução da hemoglobina; com tendência à leucocitose. Fraco e nervoso, pouco esforço causa palpitações. Neurite retrobulbar, com perda súbita da visão. Incapacidade de permanecer em pé. Caindo na rua. Quer deitar. Mortalmente doente e fraco; sentiu como se fosse afundar na cama.

Mente:
Nervoso. Perdeu o poder de nomear objetos.

Melhora:
Bocejando. Pressão. Curvando-se para a frente.

Piora:
Peridodicidade exta. Frio 10- 11h. Toque.

Cabeça:
Dor de origem malárica aumentando gradualmente ao meiodia pior do lado esquerdo. Vertigem com zumbido; com contração das pálpebras; com dor de cabeça latejante. Neuralgia orbitária.

Olhos:
Uma rede, névoa ou cisco diante dos olhos. Consegue ver objetos apenas olhando de lado. Estrabismo em dias alternados (crianças).

Ouvidos:
Zumbido. Surdez. Doença de Ménière.

Face:
As dores de neuralgia retornam com grande regularidade melhor por pressão. Sobrancelhas. Rosto pálido e ansioso.

Órgãos urinários:
Depósito de sedimento amarelo palha, granular ou vermelho tijolo. Urina com sangue.

Voltar:
Dores na coluna cervico-dorsal ou muito sensíveis; com opressão da respiração.

Extremidades:
Reumatismo articular agudo. Articulações muito sensíveis.

Pele:
Coceira. Petéquias. Urticária.

Febre:
Antecipando calafrios. Sede em todas as fases. Delírio durante o calor. Febre crescente e prostração, com suores noturnos abundantes. Profuso suor amel. mas esgota. Apirexia clara. Malária típica. Temperatura abaixo do normal.

Relacionado:
China

Chininum sulphuricum

(Sulfato de quinino)

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonímia:
Chininum, Quinia sulphate, Quiniais sulphas e Sulphas quinicus. Empregado por alguns homeopatas nas febres palustres, na 1.ª trit. x ou 2.ª trit, x, duas tabletes cada 2 ou 3 horas, sobretudo quando, durante o acesso, há dor na espinha a pressão. Grande fraqueza, especialmente das pernas. Polineurites palustres (30.ª dil.). Nevralgia supraorbitária intermitente (2.a trit. x). Cefalalgia congestiva crônica (3.ªx). Vertigem de Meniére (1.ª trit. x). Zumbidos de ouvidos com surdez. Nevralgia facial matutina. Tártaro dos dentes. Prolapso do reto, sobretudo das crianças. Reumatismo poliarticular aguda. Um grande remédio do eczema vesiculoso dos artríticos (1.ªx) e do eritema nodosum. Sintomas de nefrite crônica intersticial.

Dose:
Substância pura à 30.ª, 60.a e 1.000.a. No reumatismo agudo, dêem-se 3 tabletes de 1.ªx de 2 em 2 horas.

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos