Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Cyclamen europaeum

Cyclamen europaeum

Casali

Cyclamen europaeum

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com o suco da raiz fresca da planta “pão de porco” ou “ciclâmen”, família Primulaceae.

Palavra chave:
Ciclo menstrual, aversão à gordura, remorso, escrúpulos, culpas, depressão. Disfunções em animais de estábulo/gaiola/cativeiro.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Atonia do sistema digestório, disfunção ovariana, depressão mental, melancolia, escrúpulos, anemia, cefaleia, distúrbios da visão, vertigem, dismenorreia, dor perióstea/ óssea/ muscular.

Sinais de Exaltação
Sensações: 
Peso nos olhos, visão brumada, centelhas de várias cores no campo visual, ver estrelas, movimentos no abdome cansados por algo vivo, abandono, perseguido por todos, algum objeto nos ouvidos causa surdez, cabeça amarrada, boné apertando a cabeça, cérebro em movimento no interior do crânio (ao caminhar), realizou mal suas obrigações, descuidou de seus deveres, conta dinheiro, duas pessoas estão com ela na cama, tudo estar em movimento, quarto muito pequeno, zumbidos na região do coração, fluxos nos intestinos.

Sinais Mentais:
Esquecimento de si. Mentalmente reprova a si próprio. Tem muitas ideias alternando com embotamento (sem ideias). Dificuldade de recordar o que aconteceu recentemente alternando com grande afluência de ideias e mente muito ativa. Pensa na sua salvação religiosa. Pensa ter descuidado do seu dever, ter feito algo errado. Pensa que o mundo é hostil. Pensativa com pesares (e medos). Interpretações equivocadas e geralmente negativas. Pensa no futuro. Pensa que foi ofendida.

Sinais Emocionais:
Sofre pela culpa e pela autoagressão. Chorona (por culpa, por abandono, por negligências cometidas, por desejar solidão). Sentimentos de culpas. Muito irritado por todo o dia. Sofre em silêncio. Muita dificuldade de amar e de querer bem. 

Sinais Subconscientes:
Medo, negligências, pessoas ao redor, pobreza, da própria consciência, trovão.

Sinais Comportamentais:
Hábito de comer pouco porém com muita frequência e com aversão a carne suína. Grande aversão ao ar livre (hábito de ficar em casa), ora indolente/ora laborioso. Aversão à companhia. Foge das pessoas. Evita falar. Aversão ao consolo. Comporta-se como: indolente, conveniente, inquieto, irritável, preocupado, culpado, pessimista, arrependido, rabujento. Baixa auto-estima. Vive só, calada, remoendo fatos ou banalidades e guardando as mágoas.

Sinais Gerais:
Distúrbios antes dos fatos acontecerem (por preocupação). Gosto por sardinha/ limonada. Bocejo frequente e sonolência. Sonhos: agitados, com dinheiro, com fezes. Saliva com gosto salgado. Pouca sensibilidade.

Sinais Físicos:
Calcanhar ardente e dolorido. Coriza catarral crônica. Prisão de ventre. Prurido no ouvido. Arrotos. Distúrbios por consumir alimentos gordurosos e café. Dor na região renal, dor no períneo/ânus. Falta de apetite. Prostração. Diarreia após beber café. Menstruações suprimidas ou escassas (podem ser suprimidas por dançar, exercitar-se ou esquentar o corpo). Distúrbios menstruais afetam a visão e causam cefaleia.
Menstruação: com coágulos, membranosa, preta, com dores tipo parto. Dismenorreia. Distúrbios de visão associados a problemas digestórios. Polução noturna. Olfato deficiente ou ausente. Náuseas, espirros. Pé direito frágil (desloca e dói). Acne durante a menstruação. Soluço após as refeições. Edema de mama.

Generalidades
Melhora:
Com trabalho e cumprindo as obrigações e tarefas, em ambiente fechado e quente, movimentando-se, com choro, durante o período menstrual, com limonada.

Agrava:
Ao ar livre, ao anoitecer, com água fria, sentando ou de pé (sem andar).

Perfil (Criança):
Tem como principal característica a culpa e a tristeza. É como a Pulsatilla sem distúrbios por afeto mas é próxima da Sepia e Natrum muriaticum. Criança responsável, ciente dos deveres e obrigações, assim, não agem pensando em ganhar carinho. Não buscam consolo, não são ciumentos nem se destacam pela compassividade pois são crianças tipo frias que agem de modo conveniente evitando proximidade das pessoas. Corporalmente se assemelham a Silicea mas são agradáveis. São sérias ainda que tenham humor variável e religiosidade. São excêntricas (sem exagero).

Indicações
Quadros Comuns:
A) Depressão – Depressão mental, calada, solidão, com remorsos e escrúpulos, cansaço, anemia. Agrava antes da menstruação, com imobilidade e amenorreia. Melhora chorando. Memória fraca, lacrimejamento, ideia de perseguição e abandono, cefaleia e vertigens, fraqueza do estômago (9CH a 30CH).
B) Menstruação – Desregulada nas quantidades, nas datas e nas dores. Dores intermitentes (nas costas e na genitália), fluxo preto e coagulado. Cefaleia.  Vista desregulada e vertigens. Antes da menstruação pode estar melancólica, sem
vontade de falar, anêmica, fraca, com medo de sair de casa. Pode ocorrer: maior fluxo quando sentada, arrepios, mamas inchadas (principalmente após menstruação), estrabismo durante o período menstrual (5CH a 30CH).
C) Cefaleias – Nas dores de cabeça a pessoa tem a sensação de peso acima dos olhos. a) Cefaleia: frontal, por digestão difícil, por anemia, agravando nas menstruações, pela manhã, estando sem movimentar-se, melhora com compressas frias e úmidas (6CH a 30CH). 
b) Cefaleia em metade da cabeça após irregularidades na vista com náuseas/ vertigem. Agravamento durante as menstruações (6CH a 30CH).
D) Digestão Lenta – Lentidão gastrintestinal, pouco apetite, repugnância (não tolera alimentos gordurosos). Agrava com frio. Pode ser acompanhada de: medo de sair de casa, gosto salgado (saliva salgada), sem sede (ou só à tarde), não tolera pão, inapetência, náuseas, cefaleia, solidão e tristeza, diarreia, vômito, soluço, cólica flatulenta, sonolência (5CH ou 6CH).
E) Distúrbios Diversos – Coriza catarral crônica. Libera catarro aquoso repentinamente com espirros alternando narina entupida com narina seca (melhora ao ar livre). Olfato menor. Coceira no ouvido (7CH a 9CH). Dores ósseas ou musculares que pioram com frio e ficando parado. Pode ocorrer ao mesmo tempo: dor no calcanhar, dor com puxão, dor nas costas, dor no braço e antebraço (direito) indo aos dedos (não consegue escrever, digitar) (5 a 9CH).

Quadros Gerais:
Mulheres pálidas com: hemorroidas, menstruação irregular, dor de cabeça, vista escura (ou imagens coloridas), irritabilidade, mau humor, choro fácil, desejo de solidão, aversão a sair de casa, acne, sonolência, lentidão, menstruações adiantadas, repugnância a alimentos, gosto salgado na boca, nevralgia do calcanhar (30CH), estrabismo convergente, tosse noturna (inclusive crianças), soluço na gravidez. Diarreias provocadas pelo café.

Quadros Animais:
Disfunção ovariana e digestória em animais presos (estábulos, gaiolas, cativeiros diversos).

Atenção:
Regula o ciclo menstrual. Dores de cabeça fortíssimas (com visão de luzes e faíscas coloridas). Desequilíbrios por remorso.

Homeopatias sucessoras:
Phosphorus, Pulsatilla, Rhus, Sepia, Sulphur.

Antídotos:
Camphora, Coffea, Pulsatilla.

Duração:
14 a 20 dias.

Dinamizações:
3CH a 30CH.

Outras Denominações:
Artanita cyclamen, Cyclamen orbiculare, Cyclamen vernun.

Proximidades:
Ambra grisea, Pulsatilla, Natrum muriaticum, Cinchona, Ferrum citricum, China. Sepia. Silicea.

Cyclamen europaeum

Autor: Sr Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
Afeta o trato digestivo e os órgãos sexuais femininos; produzindo distúrbios na visão ou vertigem, devido a distúrbios gástricos ou menstruais. Pessoas anêmicas. 
Pouco inclinado para o trabalho e facilmente fatigado. Teme o ar livre. Dores pressivas em ossos finamente cobertos. Dores de costura. Efeitos nocivos da dor interior e do terror da consciência.

Piora:
Frio. Noite. Sentado. De pé. Ar fresco. Gorduras.

Melhora:
Movimento. Durante a menstruação. Fricção. Quarto quente. Limonada. Chorando. Banhando a peça.

Mente:
Aborrecido, sonolento e taciturno. Sentimento alegre alternando com irritabilidade. Auto-reprovações. Tristeza como se tivesse cometido um ato ruim ou não cumprido seu dever. Choro silencioso. A sala parece muito pequena. Alucinações como se duas pessoas estivessem deitadas em sua cama. Choroso e medita sobre a dor imaginária. Acha que está sozinha e perseguida.

Cabeça:
Vertigem_objetos giram em círculos, ou parecem pálidos, pior ao ar livre; melhor em uma sala e sentado. Cérebro como se embrulhado em um pano. Dores de cabeça, com cintilação diante dos olhos, melhor água fria. Dor na têmpora esquerda. Enxaqueca prolongada. Como se o cérebro balançasse enquanto caminhava; menstruação ausente ou escassa.

Olhos:
Visão turva, com dor de cabeça. Pontos esvoaçantes, brilhantes ou pretos, estrabismo esp. associados a irregularidades menstruais. Estrabismo convergente, após convulsões; olho esquerdo voltado para dentro. Vê inúmeras estrelas. Diplopia. Hemiopia.

Ouvidos:
Coceira nos ouvidos, com aumento de cerúmen.

Nariz:
Espirros com coceira no ouvido. Perda de olfato.

Face:
Pálido, anêmico. Lábio superior como se entorpecido ou endurecido.

Boca:
Gosto perdido ou salgado, que é comunicado a todos os alimentos. A comida tem gosto de salgado. Saliva salgada.

Estômago:
Saciedade após algumas garfadas; aversão e náusea pelo mínimo de comida depois. Perda de apetite após tomar chá de carne ou uma xícara de chá. Eructações soluços. Soluço; pior gravidez; com bocejos. Náusea sentida na garganta. Hiperêmese; de gravidez. Desejo de limonada; coisas não comestíveis. Porco discorda. Deseja sardinhas. Aversão ao pão, manteiga, carne, gordura, cerveja.

Abdome:
Diarréia pior café. Correndo nas entranhas como se algo vivo. Dor no ânus e no períneo, como se um ponto estivesse supurando, pior ao caminhar ou sentar.

Órgãos urinários:
Urina profusa, aquosa e frequente.

Macho:
O prepúcio e a coroa da glândula ficam doloridos após uma leve fricção. Pontadas e pressão na próstata, com vontade de evacuar e urinar.

Fêmea:
Menstruação; abundante, preto mutável, membranoso, coagulado, muito cedo, com dor semelhante ao trabalho de parto das costas ao púbis, menos ao se mover. Dismenorreia. Hemorragia pós-parto dolorosa melhor depois de um jorro de sangue. Menstruação suprimida. Inchaço da mama, com secreção leitosa após a menstruação. O ar parece fluir dos mamilos. Leite no seio virgem, em mulheres não grávidas. Supressão da menstruação após dança excessiva ouexcesso de calor. Leucorréia, com menstruação retardada ou escassa.

Órgãos respiratórios:
Tosse sem acordar.

Coração:
Palpitação frequente de menstruação suprimida.

Extremidades:
Dores em partes onde os ossos ficam perto da superfície. Calcanhares doloridos queimando, melhor andando, pior sentado, em pé. Fraqueza dos joelhos. Contrações lentas semelhantes a cãibras do polegar e indicador direitos; eles têm que ser estendidos à força. Espasmos do escritor.

Dormir:
Sonhadores; assustador, lascivo.

Febre:
Frio por toda parte, não melhor pelas capas. Suor ofensivo.

Pele:
Acne em mulheres jovens. Prurido melhor coçar e aparecimento de menstruação, pior à noite, na cama.

Relacionado:
Pulsatilla

Cyclamen europaeum

Autor: Rajan Sankaran

Obra: Texto baseado no livro The Soul of remedies de Rajan Sankaran. O Texto está diferente do original mas as idéias foram mantidas

Cyclamen é um remédio do reino vegetal. A situação de Cyclamen é a de uma mulher que sente que fez algo errado, ou que não cumpriu seu dever e algo ruim aconteceu como resultado. Ela se sente a única responsável pelo que aconteceu e se sente uma criminosa. Ela não pode revelar o crime a ninguém, guarda tudo dentro de si e tenta corrigir as coisas o máximo possível. Ela evita todo contato social, não fala com ninguém e se sente totalmente sozinha.

O seguinte caso pode ajudar a dar uma imagem clara do Cyclamen.
A paciente era uma mulher de 45 anos. Ela teve uma carreira de sucesso como gerente assistente em uma grande empresa em Bombaim, onde trabalhou nos últimos quinze anos. Sua queixa era um eczema muito ruim em ambas as pernas, escorrendo e dolorido, por dois ou três meses. Ela estava completamente incapacitada, não podia ir a lugar nenhum e tinha que ficar em casa. Ao perguntar-lhe uma possível razão para o eczema, ela respondeu que poderia ser psicológico. Ela disse que havia algum problema familiar. Ela estava relutante em revelar mais detalhes. Então eu perguntei a ela sobre seus sonhos. Ela disse: “Tenho sonhos recorrentes de fezes, de fezes passando ou fezes simplesmente deitadas”. Ao dizer isso, ela nunca olhou diretamente para mim. Ela estava olhando de um lado para o outro, seus olhos se moviam rapidamente. Aí eu falei: “Fale-me sobre o sonho do banquinho”. E ela disse: “Tá bom doutor, vou te contar o problema. Eu tenho um filho que é retardado mental e que tem convulsões. Sempre que ele tem convulsões, eu sonho com fezes. Durante a gravidez eu tive o sonho que havia muitos banquinhos e a cabeça de uma criança saindo deles. Alguém, Deus sabe quem, estava tentando empurrar a cabeça para trás. Naquela época eu sabia que a criança não ia ficar bem.” Quando ela estava dizendo isso, seus olhos se moviam rapidamente. Ela acrescentou quase em um sussurro: “Eu sinto que poderia ter evitado isso. Eu poderia ter feito alguma coisa.”Durante seus quinze anos no escritório, ela nunca havia mencionado seu filho para ninguém. Evitou todos os contatos sociais, nunca foi a festas ou feriados, embora tivesse direito aferiados. Ela era muito eficiente em seu trabalho. Ela se sentia a única responsável por cuidar da criança, embora o marido a ajudasse. Pelo que entendi do caso, ela se sentia culpada pela criança. Ela sentiu que sabia que ele não seria normal e poderia ter feito algo durante a gravidez. Ela se sentia a única responsável por sua condição. A sensação por trás do sonho era que a criança está sofrendo porque está imersa em suas próprias fezes. Ela se sentia uma criminosa, daí o movimento dos globos oculares como uma criminosa. Ela se sentia completamente sozinha porque a culpa era dela. Em linguagem simbólica, a criança estava se afogando na própria merda, o sofrimento dele era devido à própria sujeira dela. Ela não podia revelar seu crime a ninguém e teve que ficar quieta e expiar sozinha por seu crime. A Matéria Médica de Phatak resume em três palavras: – Terror de consciência.

As rubricas do caso foram:
• Pesar, sem demonstrar.
• Ansiedade de consciência, como se fosse culpado de um crime.
• Ansiedade sobre o futuro.
• Aversão a Companhia.
• Delírio, ela fez mal.
• Delírio, ela é uma criminosa.
• Delírio, ela negligenciou seu dever.
• Fala, indisposto, deseja ficar calado, taciturno.
• Aversão a Sair

Outras rubricas
• Delírio, deserta.
• Repreende a si mesmo.
• Reservado.
• Deseja limonada.

Cyclamen europaeum

(Pão-de-Porco)

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonímia:
Artanita cyclamen, Cyclamen orbiculare e Cyclamen vernum. Pertence às Primulaceae. Sonolência, morosidade e lassidão, imagens coloridas diante dos olhos. Mulheres pálidas, cloróticas, com regras desarranjadas, vertigens, dores de cabeça e vista escura. Irritável, mal humorada, com tendência a chorar; deseja ficar só, aversão ao ar livre. Acne. Regras precoces, profusas, escuras e coalhadas; ou amenorréia (excelente medicamento). Dismenorréia membranosa. Fatiga-se facilmente; preguiçosa; repugnância aos alimentos depois dos primeiros bocados; gosto salgado constante na boca. Dor no ânus e no períneo. Nevralgia do calcanhar — na 30.ª. Coriza espesso e amarelo, com espirros. Tosse à noite, dormindo, sem acordar, sobretudo crianças. Estrabismo convergente. Diarreia provocada pelo café, com solução. Soluço durante a gravidez.

Remédios que lhe seguem bem:
Phosph., Puls., Rhus., Sepia e Sulphur.

Antídotos:
Camphora, Coffea e Pulsat.

Duração:
14 a 20 dias.

Dose:
3.ª

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos