Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Kalium bichromicum

Kalium bichromicum

Casali

Kalium bichromicum

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com o sal químico bicromato de potássio. A intoxicação aguda do sal provoca estomatite ulcerosa e nefrite aguda.

A intoxicação crônica provoca:
a) úlceras na pele e na mucosa,
b) inflamações em feridas da mucosa respiratória e da mucosa digestória.

Palavras chave:
Muco denso, dores fugazes. Catarro nos animais. Varíola bovina.

Tropismo Homeopático:
Mucosa (nasal, faringe, laringe), amídalas, tecido periósteo.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Mucosas com irritação intensa e inflamação (com ou sem úlcerações) com secreção amarela aderente (viscosa e filamentosa). Pele com erupções, lesões pustulentas com úlceração com exsudação amarela filamentosa. Dores: articulações, ossos, músculos, tendões, erráticas ou localizadas. Rins e fígado com congestão.

Sinais de Exaltação
Sensações:
Secura e queimação na boca/faringe, fio de cabelo sobre a língua, frialdade no intestino, pressão na base do nariz, constrição na base do pênis, queimação na uretra, urina retida no canal, peso no estômago, plenitude estomacal, digestão parada, compressão sobre o cóccix, frialdade no coração, couro cabeludo dolorido, tampão no ânus.

Sinais Mentais:
Pensamentos conservadores e éticos. Pensam e planejam com roteiros rígidos e inflexíveis. Ideias tristes.

Sinais Comportamentais:
Comportam-se como pessoas: detalhistas, rotineiras, rígidas, ordeiras, justas, conformistas, intolerantes (geralmente) e egoístas.

Sinais Gerais:
Vertigem e náusea ao levantar. Saliva densa. Língua vermelha. Nariz fétido.

Sinais Físicos:
Dor de cabeça na sobrancelha (ou logo acima). Dor nos ossos. Nevralgia sobre a órbita direita. Úlcera na córnea. Dor intensa no ouvido com fisgada no esquerdo. Coriza densa. Úlceração no septo. Catarro verde-amarelo. Inflamações. Espirros fortes. Garganta com inchaço e camada branca sobre amídalas. Afta. Cerveja causa náusea. Fisgadas: fígado, baço, coluna vertebral. Dor no estômago. Queimação na uretra. Prurido ou úlcera no pênis. Prurido ou queimação na genitália feminina.
Expectoração amarela abundante e densa. Dores nas costas. Nos membros as dores mudam de lugar ao longo dos ossos.

Generalidades
Agrava: 
Pela manhã, com clima frio e úmido (no verão), após despir, com cerveja, entre 3 e 5 Ch, ao pegar resfriado, bebida alcoólica. Os distúrbios da genitália pioram à noite.

Melhora:
O estômago melhora após as refeições (a tristeza idem).

Perfil (Criança):
São crianças detalhistas, ordeiras, fazem tudo com regularidade e com rotina, respeitam horário de tudo. São conformistas mas são egoístas e intolerantes com pessoas. São friorentas e assim se movimentam mais no verão. São catarrentas (piorando ao mudar o clima). Têm distúrbios digestórios havendo vômitos. Suas dores mudam de lugar. Distúrbios se alternam. 
Tendência a serem gordinhas e preguiçosas. Beber água não agrada ao estômago, nem comer carne. Têm tendência a tristeza e insegurança. São sensíveis a deboches e brincadeiras.

Indicações
Quadros Comuns:
A) Úlcerações e Erupções (5 a 6CH)
1 – erupção com pápulas vermelhas/secas, com coceira.
2 – erupção de pústulas com contorno vermelho liberando líquido gomoso/ filamentoso.
3 – úlcerações com cortes verticais (parte central preta).
B) Estômago
1 – mucosa irritada/inflamada tendendo a feridas.
2 – pouco apetite, sede, enjoos, vômitos (amargos ou ácidos).
3 – peso no estômago, sensação de estômago cheio com digestão parada.
4 – as dores são ardentes podendo irradiar até o fígado.
5 – rejeita água, deseja cerveja (que lhe faz mal) ou bebida ácida, sem apetite de manhã.
6 – náuseas.
C) Dores
1 – (7CH) ciática esquerda, melhorando com movimento, surgem, desaparecem, retornam, atingem a perna e são erráticas (mudam de local).
2 – (7 a 30CH) dores nos ossos, nos ligamentos, nos tendões, nos músculos (principalmente tíbia, sacro, cóccix, nuca, costas, lombos, virilhas, tendão de Aquiles).
3 – dor de cabeça acima da órbita ocular direita surgindo após distúrbios de visão.
D) Mucosa – Inflamação crônica em alguma mucosa (vários sistemas ao mesmo tempo), com: vermelhão, mancha, muco (amarelo, gelatinoso, gomoso) e tendência a ulcerar e doer.
1 – mucosa dos brônquios com: tosse forte, rouquidão, dor que irradia e arde.
2 – mucosa intestinal com fezes líquidas/marrom/espumantes, com língua seca.
3 – mucosadas narinas: com muco de cor esverdeada, com entupimento nasal, com dor acima das órbitas oculares (tipo sinusite), com coriza.
4 – mucosa do ouvido: com corrimento amarelo, filamentoso.
5 – mucosa dos rins: com pouca urina, com muco denso, com dores fortes perto dos rins.
6 – mucosa da uretra: com tendência a ter feridas no prepúcio ou na extremidade do pênis.
7 – mucosa da vagina: com coceira que arde.
8 – mucosa dos olhos: com vermelhão, com ulceração.

Dinamizações:
A) 5 a 7CH: – Dispepsia, gastrite, dor de estômago, principalmente nos alcoólicos (cerveja). – Úlcera estomacal, dor de cabeça por distúrbios da digestão. – Dor de estômago que alterna com reumatismo.
B) 3D, 2 a 30CH: – Nos distúrbios que surgem secreções tipo filamentoso (como tiras) de cor amarela. – Nas perturbações que ocasionam a formação de mucogomoso / gelatinoso / amarelo. – Nas sensações de pulsação ou latejamento. – Obstrução nasal, septo ferido e perfurado, língua amarela. – Nas ulcerações arrendondadas. – Lúpus (sem ulceração). – Distúrbios da laringe com tosse rouca. Sarampo. Difteria. Crupe. Bronquite. Reumatismo. – Dispepsia das pessoas que bebem cerveja, com dor de cabeça na testa e sobre o olho esquerdo. – Infiltração gordurosa do fígado.

Quadros Animais:
Catarro nasal (denso, amarelo, filamentoso), associado ou não, a feridas internas da mucosa. Varíola bovina. 6D, 12D, 3CH, 6CH, 12CH.

Quadros Vegetais:
Plantas enfraquecidas com lesões secas avermelhadas nas folhas causadas por fungos, com destaque a ferrugem.

Atenção:
Secreções filamentosas, ulcerações arredondadas, mucosas, dores.

Proximidade:
Bromum, Hepar sulphur, Calcarea carbonica, Antimonium crudum.

Sucessoras:
Antimonium tartaricum, Berberis, Pulsatilla.

Antídotos:
Arsenicum, Lachesis, Pulsatilla.

Duração:
30 dias.

Outras Denominações:
Potassium bichromate

Kalium bichromicum

Autor: Sr Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
O bicromato de potássio afeta especialmente as membranas mucosas das vias aéreas; nariz, faringe, estômago e duodeno, produzindo adesivo, pegajoso, descargas duras, irregulares ou espessas. As condições de doença progridem lenta mas profundamente, causando grande fraqueza beirando a paralisia, mas pouca febre. Exsudações plásticas ou fibrosas se espalham para baixo. Adapta-se a pessoas gordas, claras, carnudas, de tez clara, sujeitas a catarros ou com história sifilítica ou escrofulosa. As dores ocorrem em pequenos pontos ou migram rapidamente de um lugar para outro; e finalmente atacar o estômago. Sintomas reumáticos e gástricos se alternam. Dores diagonais. Sintomas ascendentes, dores gástricas, calafrios, calor, etc. Formação de crostas nas mucosas e na pele. Úlceras; com pontos escuros; profundo; perfurante, redondo, perfurado; com bordas salientes ou crostas grossas. Úlceras septais ou pépticas. Sensação de peso em diferentes partes. Como se fosse um pelo na língua, nas narinas, etc. Amarelecimento; de descargas, olhos, visão, língua, etc. Dores agudas em pontadas. Coceira interna na vagina, ouvido, pulmões, etc. Rachaduras nas articulações. Reação indolente ou lenta, em muitas condições, úlceras, inflamações etc. Afecções da raiz do nariz, língua, pênis etc. Supurações persistentes. Tampões de pus; fibroso. Efeitos nocivos da indulgência com cerveja e licor de malte. Neuralgia, diariamente na mesma hora. Doente, frio e caquético. Mordendo como insetos. As membranas parecem peludas. As dores aparecem e desaparecem repentinamente. Epilepsia; saliva pegajosa da boca durante as convulsões. Fraqueza e cansaço; depois das dores. Dores agudas de costura. Coceira interna na vagina, ouvido, pulmões, etc. Rachaduras nas articulações. Reação indolente ou lenta, em muitas condições, úlceras, inflamações etc. Afecções da raiz do nariz, língua, pênis etc. Supurações persistentes. Tampões de pus; fibroso. Efeitos nocivos da indulgência com cerveja e licor de malte. Neuralgia, diariamente na mesma hora. Doente, frio e caquético. Mordendo como insetos. As membranas parecem peludas. As dores aparecem e desaparecem repentinamente. Epilepsia; saliva pegajosa da boca durante as convulsões. Fraqueza e cansaço; depois das dores. Dores agudas de costura. Coceira interna na vagina, ouvido, pulmões, etc. Rachaduras nas articulações. Reação indolente ou lenta, em muitas condições, úlceras, inflamações etc. Afecções da raiz do nariz, língua, pênis etc. Supurações persistentes. Tampões de pus; fibroso. Efeitos nocivos da indulgência com cerveja e licor de malte. Neuralgia, diariamente na mesma hora. Doente, frio e caquético. Mordendo como insetos. As membranas parecem peludas. As dores aparecem e desaparecem repentinamente. Epilepsia; saliva pegajosa da boca durante as convulsões. Fraqueza e cansaço; depois das dores. Efeitos nocivos da indulgência com cerveja e licor de malte. Neuralgia, diariamente na mesma hora. Doente, frio e caquético. Mordendo como insetos.

Piora:
Rio, úmido. Ar livre. Primavera. Despindo. Manhã, depois de dormir. 2-3 da manhã Língua protuberante. Clima quente. Álcool; cerveja. Catarro suprimido. Inclinando-se. Sentado.

Melhora:
Aquecer. Movimento. Pressão.

Mente:
Indiferente. Aversão indolente ao trabalho mental e corporal. Antropofobia, evita a sociedade humana.

Cabeça:
Vertigem com náusea ao levantar de um assento. Cegueira, seguida de dor de cabeça violenta; sobre as sobrancelhas ou para fora ao longo das sobrancelhas; pior frio melhor pressionando na raiz do nariz, por sopa quente. Dor e plenitude na glabela. Dores de cabeça Periódicas. Enxaqueca; em pequenos pontos e de catarro suprimido. Ossos da cabeça doem; pontos afiados nos ossos. A partir de um bloco sólido na testa.

Olhos:
Úlceras na córnea, sem dor ou fotofobia. Conjuntiva; amarelo; inchado; coberto de manchas marrom amareladas. Descarga viscosa e amarela. Cegueira, antes da dor de cabeça. A visão parece cruzada, melhor olhando com um olho. Pálpebras; inchado; piscando durante convulsões, coceira, granular. Opacidades densas da córnea. Fotofobia apenas à luz do dia. As pálpebras contraem-se ao abrir.

Ouvidos:
Pontos pontiagudos nas orelhas (esquerda). Corrimento fétido amarelo espesso. Cócegas violentas nos ouvidos. Tímpano perfurado.

Nariz:
Dores na ponte ou raiz. Pressão ou entupimento na raiz do nariz. Fungos, especialmente de crianças gordas e gordinhas. Descargas; grosso, viscoso, esverdeado, amarelo, acre. Tampões resistentes e elásticos, deixam uma superfície crua. O ar expirado parece quente. Cheiro fétido devido à retenção de secreção no nariz. Cócegas como de um fio de cabelo na narina esquerda. Coriza com obstrução nasal. Espirros violentos pior pela manhã. Inflamação crônica dos seios frontais com sensação de parada. Septo ulcerado. Abscesso. Ozoena. Difteria nasal. Dois ossos soltos como se estivessem se esfregando ao assoar o nariz. Perda de olfato. Nariz; sente-se pesado; seco. Pólipos nasais.

Face:
Pálido, amarelado. Manchado, vermelho; florido. Caxumba do lado direito. Suor no lábio superior.

Boca:
Dor de dente; irradiando, com inchaço das glândulas. Língua; brilha, rachado, liso ou pesado; seco, vermelho, amarelo limão, peludo; na disenteria. Dores na língua quando protraída; Na raiz. Boca pegajosa. Gosto doce, metálico. Língua; densamente revestido, largo, plano; recuado. Úlceras aftosas profundamente corroídas. Como um pelo na parte de trás da língua, não melhora comendo ou bebendo. Boca seca melhor bebendo água fria.

Garganta:
Pigarro até muco espesso, deve limpá-lo. Úvula; edematoso, relaxado, semelhante a uma bexiga. Faringe fissurada. Seco, queimando. Algo gruda; com dor no pescoço e ombros. Dores na garganta ao colocar a língua para fora. Aftas. Difteria. Amígdalas inchadas com surdez, em crianças.

Estômago:
Desejo; para cerveja, para bebidas ácidas. Não gosta de carne, água. Vomita mais do que bebe, de água amarela brilhante. Regurgita líquidos. Úlcera redonda do estômago. Sintomas gástricos melhoram comendo. O ponto dolorido no estômago ou a comida fica como uma carga. Náusea com calor no corpo melhor comer e ao ar livre. Náusea com queimação no ânus e ereções.

 

Kalium bichromicum

(Bicromato de potássio)

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonímia:
Kali bichromicum e Potassium bichro-mate. Excreções filamentosas e uma cor geral amarela, caracterizam este remédio. Pessoas gordas escrofulosas, muito perseguidas por catarro. Em qualquer que seja a moléstia, em que a expectoração, muco ou secreções e excreções sejam espessas, glutinosas, pegajosas, filamentosas e amarelas, este remédio está indicado. Moléstia dos olhos, nariz, boca, garganta, útero, vagina, uretra e pele. Eczema do couro cabeludo. Dores que aparecem em lugares limitados, erráticas e que desaparecem logo. Sensação de pulsações por todo o corpo. Muita ulceração ou inflamação e pouca dor. Ulceração e inflamação dos olhos, sem dor nem fotofobia. Dacriocistite. Tracoma. Nariz entupido; Septo ulcerado e perfurado. Sinusite. “Na difteria nasal eu o acho específico.” (DR. HUGHES). Úlceras redondas e profusas das mucosas ou da pele. Úlcera do estômago e do duodeno, com língua amarela. Úlcera da perna, com bordos revirados. Lúpus não ulcerado. Impetigo. Lueta edemaciada. Depósitos membranosos nas amígdalas. Um dos nossos melhores remédios para moléstias da laringe, com tosse rouca, seca, de cachorro; consecutiva ao sarampo. Sarampo com inchação das glândulas e sintomas no ouvido. Difteria e crupe com membranas espessas, tenazes e amarelas. Eczema do ouvido. Bronquite e asma com catarro filamentoso. Reumatismo crônico e agravado pelo frio, sobretudo sifilitico. Leucorréia. Prolapso do útero; piora no verão. Hematoquilúria; pielite. Nefrite com perturbações gástricas. Dispepsia dos bebedores de cerveja. Dor de cabeça frontal sobre o olho esquerdo. Os sintomas se agravam pela manhã. Diarreia gelatinosa pior de manhã.

Ponto de Weihe:
No limite do 1/3 médio e interno da linha que vai da cicatriz umbilical ao meio da linha que une a espinha ilíaca ântero-superior à sínfise pubiana, lado esquerdo.

Complementares:
Ars.

Remédios que lhe seguem bem:
Ant. tart., Berb. e Pulsat.

Antídotos:
Ars., Lachesis e Pulsat.

Duração:
30 dias.

Dose:
3.ªx à 30.ª.

Uso externo:
Úlceras indolentes e tórpidas (a 2% em água).

 

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos