Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Manganum

Manganum

Casali

Manganum

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com o sal “acetato de manganês”. Os efeitos tóxicos do acetato de manganês são: paresia espasmódica, principalmente dos membros inferiores, com incoordenação motora, distúrbios no fígado e nos brônquios.

Palavra chave:
Paralisia ascendente, astenia, mucosa/pele, andar curvado. Voz baixa. Condutividade elétrica e respiração do solo. Animais com distúrbios na movimentação. Plantas com anormalidades no crescimento.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Erupções secas com prurido, anemia, astenia, tendência caquética. Irritação crônica das mucosas (principalmente respiratória). Dores nas articulações e nos ossos. Distúrbios na medula com paralisia ascendente, tremor e atrofia muscular.

Sinais De Exaltação
Sensações: 
Cabeça grande/pesada, obstrução do ouvido, dormência nas pernas, irritação, queimação e latejamento da laringe (atingindo a orelha), corpo machucado

Sinais Gerais:
Expressão facial imperturbável, com voz baixa/monótona mas tem medo e ansiedade. Campo visual reduzido. Pigarreio constante. Barulho de assobio no ouvido. Sonhos vívidos.

Sinais Físicos:
Pele supura ao redor das articulações. Dores de cima abaixo. Dores afluem ao ouvido. Rouquidão. Calor no peito. Inflamação dos ossos. Ossos sensíveis. Repuxos musculares. Sonolência muito cedo (à noite). Andar curvado.

Patogenesia no solo:
30D – diminui a taxa respiratória microbiana do solo. – aumenta o taxa respiratória acumulada do solo. – diminui a condutividade elétrica do solo.

Generalidades
Agrava: 
Com frio, com chuva, com mudança de clima.

Melhora: 
Ao deitar.

Indicações
Quadros Comuns:
A) Paralisia (9 a 30CH) – Ascendente e progressiva, tendência a atrofiamento muscular, andar arrastado (não levanta o pé) anemia, hipersensibilidade ao frio úmido. Tremor, voz baixa, coração fraco e irregular, dor articular ou óssea, tendência a cair afrente, quer ficar só, em silêncio ou deitado. Tristeza. Pode ter fissuras na pele.
B) Astenia (5 a 15CH) – Anemia, fraqueza, quer deitar e ficar só, sensibilidade ao frio úmido (com coriza, rouquidão, bronquite, dor articular, cólica abdominal), menstruação adiantada e fraca. Olheiras, bocejos, dor de cabeça, sensibilidade do couro cabeludo, prisão de ventre, dor nos olhos, pele facilmente ulcerada. Voz baixa. Ansiedade, fissuras na pele das articulações.
C) Dores (6 a 30CH) – Dores articulares ósseas (principalmente nas pequenas articulações), no artelho grosso, na tíbia. Reumatismo ou inflamação da articulações, dos ossos ou do periósteo. Agravação: à tarde e à noite, com toque e com tempo úmido. Fraqueza. Nas crises tem inchaço vermelho e hipersensibilidade.
D) Distúrbios da laringe e brônquios (4 a 9CH) – Laringite com tempo frio, irritação, latejamento que atinge a orelha (4 a 6CH). Bronquite. Tosse seca, expectoração amarela e ardente. Rouquidão crônica ou que volta com o frio úmido (5 a 9CH). Voz baixa.
E) Ouvido (5 a 6CH) – Catarro, com obstrução do ouvido, ruídos.
F) Pele (4 a 6CH) – Nas dobras das articulações ou ao redor: escoriações, fissuras com pruridos, erupções secas, erupções escamosas, manchas vermelhas inchadas (com dores).

Quadros Diversos:
Paraplegia. Paralisia ascendente.

Quadros parkinsonianos: 
Usar Manganum oxydatum. 
Irritação e depressão. Reumatismo, asma, dores periósteas. Tendência a psoríase. Otorreia, otite média crônica. Eczema crônico. Ondas de calor no rosto. Tremores, tosse com coceira no ouvido. Rouquidão. Tosse que melhora ao deitar. Surdez em tempo úmido. Erupções com prurido.

Quadros animais:
Anemia. Movimentação sem firmeza. Perdas na audição. Anda curvado afrente com articulações afetadas. Paraplegia progressiva. 3CH, 6CH.

Quadros vegetais:
Manchas avermelhadas exceto no limbo das folhas mas principalmente nos nós das ramificações. As ramificações da planta tomam direções incomuns na fase de expansão dos galhos. As plantas têm comportamento anormal no crescimento como se estivessem intoxicadas. Os ramos podem ter internódios com maior diâmetro ao lado de internódios normais e associados a nós engrossados. Epiderme com rachaduras, clorose, manchas de secura ou escamações diversas. É indicado na desintoxicação de plantas improdutivas que foram pulverizadas repetidamente por fungicidas que contêm manganês na molécula. Plantas sensíveis ao frio úmido.

Atenção:
Mulheres anêmicas com sintomas de paralisia. Andar curvado ou arrastado. Voz baixa. Dificuldade de levantar o pé enquanto anda.

Homeopatias Sucessoras:
Pulsatilla, Rhus, Sulphur.

Antídotos:
Coffea, Camphora, Mercurius.

Duração:
40 dias.

Dinamizações:
4 a 30CH, 100C, 500C, 1000C.

Outras Denominações:
Manganesium hahnemanni, Manganum aceticum. Proximidades: Argentum, Rhus, Sulphur.

Manganum

Autor: Sr Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
Cara está intimamente associado ao ferro e, como o ferro, Mang. causa anemia com destruição dos glóbulos vermelhos. Além disso, tem afinidade especial com a Orelha interna; laringe, traquéia; periósteo da tíbia. Articulações. Tornozelos e membros inferiores. Paralisia motora ascendente. Paralisia agitante, paraplegia, estão sob sua influência. Ossos são muito sensíveis, Dor, dor profunda de todo o corpo; cada parte do corpo fica dolorida quando tocada; orelhas, juntas, pele. A dor se estende ao ouvido de outras partes. Tudo afeta o ouvido. Dores diagonais. Secreções irregulares ou sanguinolentas amarelo-esverdeadas. Artrite crônica; com juntas brilhantes infiltradas. Articulações fracas. Festinação; anda para trás. Dores de crescimento e tornozelos fracos. Atrofia muscular progressiva. Celulite; estágio subagudo. Supuração da pele ao redor das articulações. Pessoas asmáticas que não conseguem deitar em um travesseiro de penas. Degeneração gordurosa. Quer deitar na cama, o que melhora todos os problemas. Febre tifóide; depois, casos mal tratados, com convalescença prolongada. Valioso para meninos e meninas cujas vozes estão mudando. Necrose e cárie de ossos. Úlceras malignas com borda azul, após lesão leve.

Piora:
Mudança de clima. Tocar. Frio. Úmido. Noite. Falando. Cama de penas. Rindo. Movimento. Curvando-se para trás.

Melhora:
Deitado. Ar livre. Música triste. Comendo. Engolir. Mudança de clima.

Mente:
Gemementos ou gemidos constantes. Fraco e nervoso. Ansiedade e medo. Riso e choro involuntários. Ansiedade e medo ao se movimentar no quarto melhor deitado. Ansiedade como se algo ruim fosse acontecer. Triste, chorosa, silenciosa. Todas as condições mentais são melhores deitadas. Não gosta de música alegre, mas imediatamente afetado pelo mais triste.

Cabeça:
Sente-se pesado; parece maior. Dores de cima para baixo, pior esforço nas fezes, rangendo, pisando.

Olhos:
Campo de visão contraído. Dor nos olhos, de costurar, ler letras miúdas.

Ouvidos:
Tudo afeta os ouvidos; a dor se estende ao ouvido de outras partes. As orelhas parecem paradas. Surdez em clima úmido. Zumbido. Inchaço das glândulas parótidas, em febres. Assoar o nariz melhora a surdez. Pontadas nas orelhas, de tanto falar, rir, engolir. Rachaduras, pior assoar o nariz e engolir.

Nariz:
Soprar é doloroso. Dor tipo cólica na raiz do nariz. Coriza seca, com obstrução completa. Obstrução do nariz e coriza fluente alternadamente.

Face:
Pálido, doente; impassivelmente como uma máscara. Espasmos, dores espasmódicas da mandíbula inferior às têmporas, pior rindo.

Boca:
Nódulos no palato e na língua. Dor de dente pior nada frio ou sucção, subindo nos ouvidos. Fluxo de saliva; enquanto fala; com cólicas, paralisia etc. Gosto oleoso.

Garganta:
Catarro e pigarreando o tempo todo; e irritando todo mundo.

Abdome:
Aumento crônico do fígado. Icterícia. Como se os intestinos estivessem soltos e tremendo ao caminhar. Dor e constrição no umbigo Passa muitos flatos com fezes. Os intestinos são irregulares, ele tem prisão de ventre ou diarreia. Cãibras no ânus enquanto está sentado, melhor deitado. Corte na região umbilical piora ao respirar fundo.

Urinário:
Dardo na uretra ao passar flatulência.

Fêmea:
Primeira menstruação atrasada. Menstruação; precoce, escasso, pálido em pacientes anêmicos. Rubores climatéricos. Descarga de sangue entre os períodos.

Respiratório:
Rouquidão crônica; voz áspera; pior estou; melhor pela expectoração de caroço de muco esverdeado ou amarelo ou fumar. Tosse melhor deitado; pior lendo, rindo; com afonia. Todo resfriado desperta uma bronquite. Afonia; da tuberculose laríngea. Laringe seca e dolorida.

Extremidades:
Pernas fracas e incertas. Não consegue andar para trás sem cair. Anda curvado para a frente. Marcha batendo. Anda na articulação metatarsofalangeana; anda para trás. Tendência a cair para frente. Inflamação dos ossos e articulações, com dores de escavação noturnas; nos ossos da canela. Tornozelos inflamados. As crianças são incapazes de andar devido a afecções dos tornozelos. Paralisia, com tendência a correr para frente se tentasse andar. Dor e coceira nos joelhos. As mãos quando fechadas e esticadas parecem inchadas.

Pele:
Áspero, rachado (flexões), azulado. Supuração da pele ao redor das articulações. Pontos elevados vermelhos. Eczema crônico, com amenorreia, pior menstruação ou menopausa. Úlceras secas e duras. Prurido do diabetes. Erupções crônicas, inveteradas como psoríase.

Dormir:
Muitos sonhos vívidos que são bem lembrados. Muito bocejo.

Febre:
Ondas repentinas de calor, no rosto, no peito e nas costas.

Relacionado:
Queixo; Psorinum

Manganum

Autor: Rajan Sankaran

Obra: Texto baseado no livro The Soul of remedies de Rajan Sankaran. O Texto está diferente do original mas as idéias foram mantidas

Informações gerais:
O manganês está na primeira linha de metais da Tabela Periódica junto com Ferrum, Cobalto, Níquel, Cobre e Zinco.

Miasma:
É um remédio sicótico.

Tema:
O tema principal do Manganum é a supressão. Como esses outros metais da mesma linha, seu tema principal é o de ataque e defesa – a sensação de ser atacado e a necessidade de se defender. O paciente se sente dominado ou reprimido e quer retaliar, mas é impotente para fazê-lo. Consequentemente, ele tem que suprimir sua raiva e violência, e ergue um muro, torna-se amargurado, odioso, vingativo.

Sensação:
O seu sentimento reprimido dá origem a um rancor, a uma amargura extrema e à mais profunda tristeza, que só encontra alívio na música mais triste. Ele se sente tão triste que apenas uma música com a mesma profundidade de tristeza pode tocá-lo ou aliviá-lo. Por outro lado, ele pode se tornar fortemente defensivo, começar a atacar e dominar os outros, como Ferrum.

Mental/Emocional:
A situação de Manganum é a de uma criança tímida de pais dominadores. A criança tem falta de confiança como resultado dessa dominação e fica ansiosa, nervosa, tensa e assustada. Desenvolve um sentimento de amargura e ódio em relação aos pais. Quer se vingar, mas não pode. Está descontente consigo mesmo e com sua situação. Ele se torna triste, reservado e taciturno. Ele se sente ofendido, se sente assediado e tem que se defender. Ele tem que ser forte o suficiente para aguentar as coisas.

Comparações:
Esta situação não é extrema, como em Aurum ou Mercurius, mas uma situação tolerável e, portanto, você não encontra aqui os temas de suicídio ou revolução, mas sim uma supressão – ele se torna reservado e todos os seus sentimentos são reprimidos.

Caso clínico:
Arquiteto de 23 anos que desenvolveu espondilite anquilosante e artrite e, portanto, não conseguia se mover. O paciente sentiu que sua mãe o estava incomodando, dominando-o, “impondo-se” a ele. Não podia fazer as coisas que queria fazer e não podia falar o que sentia. Ele sentiu ódio por sua mãe – “Ela não é minha mãe!” Se sentiu vingativo em relação a ela. Sua mãe era extremamente dominadora e no passado fora dominada pelos sogros. Depois de Manganum, não só houve uma melhora notável em suas dores nas articulações, mas também houve uma mudança no sentimento de ódio que ele sentia por sua mãe. Ele disse: “Pela primeira vez estou sentindo que ela é minha mãe.” Ele havia aceitado a sensação de ser dominado e incapaz de se expressar, e agora era capaz de se expressar. Estava mais feliz e não considerava mais sua mãe como sua inimiga. Enquanto este paciente representa o lado tímido, reservado, quieto e taciturno de Manganum, sua mãe, também com uma história de dominação e incapaz de expressar sua raiva, representa o lado fortemente defensivo e dominador.

Rubricas:
· Descontente, descontente, insatisfeito consigo mesmo.
· Ódio de pessoas que ofenderam.
· Malicioso.
· Reservado.
· Falar, indisposição, desejo de ficar calado, taciturno.
· Tristeza, melhorada com música triste.
· Música, aversão ao alegre, mas imediatamente afetado pelo mais triste.
· Carrancudo, disposto a
· Moroso.
· Emburrado.
· A conversa agrava.
· Amargurado.
· Suavidade.
· Irresoluto.
· Timidez, tímido.

Manganum

(Acetato de manganês)

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonímia :
Manganesium Hahnemanni e Manganum. Irritabilidade e depressão. Um remédio do reumatismo, da clorose, da asma e das grandes dores periósticas. Tendências à psoríase. Inflamação dos ossos e juntas, com dores noturnas, agravadas pelo frio úmido; reumatismo dos pés, sífilis; gota. Ausência de sede. Tifo com intensas dores ósseas. Pessoas anêmicas e sifilíticas, com sintomas paralíticos. Otorréia. Otite média crônica. Menstruação irregular; amenorréia associada com eczema crônico; piora na época das regras e da menopausa; regras adiantadas e escassas. Bafos de calor no rosto; mulheres anêmicas, com sintomas paralíticos. Tremores. Parquinsonismo e fenômenos paralíticos ascendentes. Tosse espasmódica com coceira, do conduto auditivo. Rouquidão crônica, com catarro difícil de expelir; tuberculose laríngea; oradores e cantores; dores da laringe, estendendo-se aos ouvidos. Tosse melhorada pelo deitar-se; asma; todo resfriamento provoca uma bronquite. Surdez provocada por tempo úmido. – Erupções pruriginosas: melhoram por coçar.

Ponto de Weïhe:
No bordo interno do bico do peito direito.

Remédios que lhe seguem bem:
Puls., Rhus e Sul-phur.

Antídotos: 
Coffea e Camph

Duração: 
40 dias.

Dose: 
6.ª à 30.ª, 100.% 500.» e 1.000.». 
D6 e D12 coloidais de Manganum carb.

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos