Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Naja tripudians

Naja tripudians

Casali

Naja tripudians

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com o veneno extraído da “cobra capelo” ou “naja”.
Os sintomas de envenenamento são: anestesiamento do local atingido, paralisia no tórax-abdome, estado de coma. Pode ocorrer óbito.

Palavra Chave:
Válvula mitral, infecção cardíaca, tosse seca. Duas vontades.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Fraqueza do coração, com palpitações/dores, angústia e sensação de opressão, irritação de mucosas respiratórias. Congestão cerebral. Fraqueza física e mental, fraqueza das pernas. Nervosismo e dor nos ovários.

Sinais de Exaltação
Sensações: 
Estrangulamento da garganta/laringe, objeto estranho obstruindo o esôfago, desmaio, peso sobre o peito, agredido, cabeça partida, ferida no crânio, fio de cabelo na garganta, oco na cabeça, agulhada na amídala esquerda, cansaço com ardor nas vértebras dorsais e nas escápulas, cérebro solto, os órgãos se chocam entre si, descuidou de seu dever, dualidade, tudo estar feito de maneira errada, estar controlado por algo sobre-humano, expulsar fezes enormes, fome, secura na garganta, peso sobre os olhos, fio puxando ovário e o coração, pancada no pescoço, prurido e cócegas na pele, duas vontades atormentando.

Sinais Comportamentais:
Aversão ao falar, irritável, inquieto. Comporta-se como: desesperançoso, desiludido, sem autoconfiança, apático, indiferente, irresoluto, indeciso, brincalhão, auto depreciativo, antagônico a si mesmo, pessimista. Não tolera ser deixado sozinho.

Sinal Existencial:
Mania de suicídio com impulsos bruscos.

Sinais Mentais:
Memória fraca. Depressão mental. Pensamentos errantes. Mente confusa. Pensa em desgraças. Pensa estar diminuído e desvalorizado. Pensa ser enganada. Pensa em suicídio com machado.

Sinais Subconscientes:
Medos chuva, doença cardíaca, solidão, fracasso.

Sinais Emocionais:
Abandono, angústia, chora facilmente. Sente-se infeliz. Decepção de si mesmo. Deprimido, triste, ansioso, depressivo. Tristeza com disposição suicida.

Sinais Gerais:
Olhos arregalados. Dificuldade de engolir. Palpitações. Fantasias vívidas. Visão confusa ao ler. Excitável. Desejos sexuais violentos acompanhados de impotência. Estreitamento do esôfago. Espirros frequentes com alergia. Perda súbita da força muscular. Inchaço do corpo. Intolerância a álcool.

Sinais Físicos:
Fisgadas no coração. Flatulência e cólicas. Adormecimento dos membros superiores. Irritação e dor picante na amídala esquerda. Angina no peito. Cefaleia que aparece ao acabar a menstruação. Dor entre as omoplatas com distúrbios cardíacos. Dores frequentes, em pontadas na região umbilical. Ejaculação noturna. Narinas irritadas. Prostração. Boca muito seca (tem muita sede). Tremores. 
Dor ardente no lado direito do peito. Vertigem. Tosse com sufocação e engasgos.

Generalidades
Agrava: 
Com estimulantes, com roupa apertada. Os sintomas do coração agravam com: esforço, deitando sobre o lado esquerdo ao acordar. Os espasmos agravam com frio, com corrente de ar, após menstruar, ao dormir.

Melhora: 
Caminhando ao ar livre, espirrando.

Indicações
Quadros Comuns:
A) Coração (6 a 30CH) – Distúrbios que atingem o pulmão. Fraqueza, hipertrofia, vulnerabilidade a infecções, ansiedade, medo. Nervosismo, calor na cabeça, dor no coração (atingindo ombro e braço esquerdo), irritação das mucosas respiratórias, respiração acelerada aspirando pouco, pesadelos, tosse sufocante.
B) Distúrbios diversos (6 a 9CH) – Congestão cerebral, fraqueza física e mental, dor no ovário esquerdo. Doenças da válvula mitral cardíaca (com palpitações, dor de cabeça frontal/temporal, falta de ar, tosse que irrita). Dores nas órbitas, nas têmporas (principalmente esquerda) atingindo o occipício, acompanhada de vômitos e enjoos. Angina do peito, palpitações nervosas. Nos casos que o coração ficou afetado por causa de infecções. Dores que vão do coração ao ovário esquerdo. Tosse seca devida a lesões no coração. Paralisias do bulbo e da respiração. Asfixia. Prostração. Nas afecções da peste bulbônica. Mania de suicídio.

Quadros animais:
Paralisia bulbar. Edema sem hemorragia. Degeneração decélulas. Perda de controle dos esfíncteres (urina solta, intestino sem controle). 4CH, 5CH, 6CH.

Atenção:
Fraqueza cardiaca, sopro cardíaco, asma cardíaca, endocardites, impulsos bruscos ao suicídio. Pessoas nervosas/agitadas/deprimidas/suicidas. Pessoas que imaginam problemas nos órgãos genitais.

Antídotos:
Tabacum, Ammonium.

Dinamizações:
6 a 30CH, 100, 200, 500C.

Outras denominações:
Coluber naja, Ophiotoxicon, Cobra de capella.

Proximidades:
Lachesis, Crotalus, Spongia, Spigelia, Cactus, Iberis, Kalmia.

Naja tripudians

Autor: Sr Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
A ação do veneno de cobra se instala ao redor do coração, hipertrofia e doenças valvares. Afeta a medula e o cerebelo; respiração, garganta, ovário. 
Sintomas do lado esquerdo. Nervoso, excitado e trêmulo, com afetos no coração; muitas vezes reflexo. Sensação de intoxicação; perda de poder sobre os membros; sobre esfíncteres; incapaz de falar. O desmaio se encaixa. Sensação de definhamento. As peças parecem desenhadas juntas. Constrições; no peito; garganta etc. Queimaduras de ferro quente. Muitas dores. Sensação estragada. Colapso. Sepse. Efeitos nocivos do luto. Lado direito insensível. Afecções do coração com escassez de sintomas.

Piora:
Deitado do lado esquerdo. Depois de dormir. Após a menstruação. Ar frio; rascunhos. Pressão das roupas. Álcool. Tocar.

Melhora:
Caminhar ou andar em carruagem aberta. Espirrando. Fumar.

Mente:
Pensa constantemente em problemas imaginários; e se torna miserável. Suicida; ninhada, insanidade. Deprimido, com angústia sobre os órgãos sexuais; melhor à noite. Aversão a falar. Teme ser deixado sozinho. Medo de chuva. Como se tudo tivesse sido feito errado e não pudesse ser corrigido.

Cabeça:
Dor na têmpora esquerda e na região orbital esquerda estendendo-se para o occipital com náuseas e vômitos, melhor tabagismo. A cabeça inteira parece oca. A partir de um golpe no occipital. Vértice sensível ao frio. Dores de cabeça após a cessação da menstruação. Dor na testa e nas têmporas, com sintomas cardíacos.

Olhos:
Olhando fixamente. Ptose de ambas as pálpebras. Dores quentes na parte de trás dos globos oculares.

Ouvidos:
Ruídos nos ouvidos, com gosto nauseabundo na boca. Corrimento preto, com cheiro de salmoura de arenque.

Nariz:
Fluxo de água do nariz; depois espirros intensos que melhoram a respiração. Feno asma.

Boca:
Bem aberto; fluxo de saliva. Língua fria. Perda da fala.

Garganta:
Como um nó na garganta. Asfixia sufocante, agarra a garganta. Estenose do esôfago, deglutição difícil ou impossível.

Estômago:
Desejo de estimulantes que piora. Eructações com gosto de água de cevada; ou quente, sujo.

Fêmea:
Dor do ovário esquerdo ao coração, pior uma semana antes da menstruação. Dor obscura na virilha esquerda; pósoperatório.

Respiratório:
Respiração ofegante. Asma cardíaca; ou tosse. Sensação de secura ou vazio no pulmão esquerdo. As costelas parecem quebradas. Peso opressivo no peito; como se um ferro quente tivesse sido passado. Asma precedida por coriza pior deitada; melhor sentar.

Coração:
Fraqueza em. Dor violenta, atirando para a escápula esquerda, ombro ou pescoço, segura a mão sobre ele, pior depois de andar de carruagem. Palpitação visível, hipertrofia. Endocardite séptica. Coração danificado após doenças infecciosas. Pulso lento, (até 45) irregular, fraco, trêmulo; muda de força. Palpitação nervosa crônica, pior depois da pregação. Sufocando. Tensão baixa.

Extremidades:
Cãibras nos ombros, nuca ou coxas. Braço esquerdo dormente. Rachaduras violentas na medula das coxas. Mãos e pés inchados ou suados; com tosse. Dor aguda sob a unha do polegar esquerdo subindo pelo braço. Perda de potência.

Pele:
Cicatrizes pruriginosas.

Dormir:
Coma profundo; com respiração estertorosa.

Febre:
Suor nas costas lombares e tornozelos.

Relacionado:
Címico, Lach, Laur, Spigelia

 

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos