Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Nux vomica

Nux vomica

Casali

Nux vomica

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com sementes da planta Stricnus nux vomica, família Logamiaceae e que contém os alcaloides estricnina e brucina. É usada na alopatia em neurites, paralisias, colapso cardíaco, dispepsia atônica, espermatorreia e ambliopia, astenia mental. As doses tóxicas causam convulsões sem febre que começam nos membros inferiores.

Palavra chave:
Justiceiro. Raiva. Físico-química da água. Desintoxicação. Distúrbios vegetais e animais.

Tropismo Homeopático:
Sistema nervoso (central e vegetativo), vias gastrintestinais, fígado.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Congestão e hiperatividade do fígado e do sistema porta. Excitação da musculatura lisa: intestino, estômago, bexiga, órgãos genitais e pupila. Interrupção dos movimentos peristálticos. Excitação do sistema nervoso com hipersensibilidade geral. Hiperreflectibilidade, espasmos e irritabilidade. Irritação das mucosas respiratórias com formação de catarro. Depressão mental, paralisia e paresia.

Sinais de Exaltação
Sensações:
Frio (estando com corpo quente), cócega na garganta, constrição no peito, cabeça explodindo, estômago pesado, calor na cabeça/face, peso no intestino reto, retenção de fezes, dormência da raque/dorso lombar, intoxicação, secura nos cantos dos olhos, nariz obstruído, garganta áspera ou arranhada mas com coceira, perda repentina das forças pela manhã (braços e pernas), pele queimando, cansaço após comer, coceira no ouvido, tudo girar. Ilusões de ver corpos mutilados.

Sinais Comportamentais:
Quando vai realizar qualquer tarefa tem enjoos, e mal-estar. Exigente consigo mesmo e com os outros, meticuloso, escrupuloso. Reage intensivamente por frustração ou desencanto. Reclama muito das coisas, nada está bom, pois muito julga e condena. Comporta-se como: impaciente, intransigente, ciumento entusiasta, apaixonado, excitável, explosivo, intolerante (ruídos), ambicioso, avaro, agitado, ansioso, culpado, depressivo (após raivas), angustiado, desconfiado, apressado, atarefado, justiceiro.

Sinais Subconscientes:
Medos de ser enganado, infortúnio, pela manhã.

Sinais Mentais:
Dificuldade de concentrar-se nas atividades intelectuais. Pensamentos ansiosos pela manhã e às 17 h. Pensa que tudo irá falhar. Pensa que tem clara consciência do certo e do errado.

Sinais Emocionais:
Tristeza depois de comer. Sentimento delicado. Música afeta profundamente.

Sinais Gerais:
Hipersensível às impressões dos sentidos, não pode tolerar os cheiros fortes ou a luz brilhante. Come lápis, giz, terra, papel, borracha, palito. Tendo irritabilidade surge debilidade física e falta de equilíbrio. Sono não reparador, acorda cedo com mau humor. Grande angústia ao despertar. Fala enquanto dorme.

Sinais Físicos:
Mau hálito. Vertigens, insônia e dor de cabeça pela manhã causadas por intoxicação. Cólicas renais. Coriza com obstrução nasal, agrava de dia e melhora à noite. Emagrecimento. Inflamação da gengiva, dentes frouxos. Não tolera as dores (geme/ lamenta). Vontade ineficaz de evacuar. Lacrimejamento. Pálido após crise de raiva. Fraqueza pela manhã. Range dentes. Palpitações.

Generalidades
Agrava:
Após comer, com toque, pela manhã, com esforço mental, com estimulantes/temperos, drogas, clima seco/frio, com barulho, entre 3 e 4 h.
Melhora:
Sono, repouso, ao anoitecer, chuva, umidade, banho, estando sozinho.

Patogenesia no Vegetal:
3CH, 1000C – diminui o número de inflorescências das plantas (Acmella oleraceae/Jambu). 3CH, 12CH, 30CH, 1000C, 5000C – diminui o teor de flavonoides totais (Bryophyllum pinnatum/folha de fortuna). 5000C – diminui a altura da planta. 3CH, 30CH, 1000C – diminui a massa foliar seca (Cymbopogon citratus/capim limão).

Patogenesia na Água:
5CH – aumenta a condutividade elétrica, o pH e a turbidez da água destilada.

Perfil (Criança):
São crianças conflitantes: invejosas, ciumentas, não toleram injustiça, hipersensíveis, implicantes, donas da verdade, não toleram contradição, irritáveis, agressivas, mal humoradas pela manhã, exigentes, insatisfeitas, nervosas, impulsivas, violentas, raivosas, hiperativas. Têm tendência a insônia, magreza, prisão de ventre, palidez e medo de fracassar. Geralmente têm: círculos escuros ao redor dos olhos. Gostam de alimentos pesados (gordura).

Indicações
Quadros Comuns:
A) Sistema Digestório
A.1) Dispepsia (5 a 9CH) – Em pessoas que abusam da alimentação e das bebidas. Peso no estômago após ingestão, dilatação do estômago, calor na cabeça, sonolência, dificuldade de concentração, língua com camada amarela-clara, hipersensibilidade, irritabilidade. Em pessoas que desejam: alimentos com bastante tempero, álcool, café e fumo. Sensação de ressaca. Excitação mental após refeições, tristeza depois. Cólicas, flatulência, congestão hepática, prisão de ventre, dor de cabeça. Pode ter: afta, diarreia, mau hálito.
A.2) Congestão Do Fígado (5 a 12CH) – Congestão do sistema porta, dilatação do abdome, prisão de ventre, flatulência, irritação das hemorroidas, língua com camada amarelada, dispepsia, peso na cabeça, irritabilidade, hipertensão, peso no intestino reto.
A.3) Espasmos (4CH) – Interrupção dos movimentos peristálticos, hipersensibilidade (física e mental), nervosismo. Tenesmo com diarreia ou com prisão de ventre. Menstruações intermitentes e dolorosas. Micção difícil por espasmo.
B) Sistema Nervoso
B.1) Irritabilidade (9 a 30CH) – Nervosismo, impaciência, tensão constante, hipersensibilidade mental e sensorial. Irritabilidade em resposta a obstáculos mínimos ou dificuldades insignificantes. Os sintomas são agravados por barulho, por empecilhos, por preocupações, por abusos na alimentação, por insuficiência do sono. Melhora com o sono satisfatório.
a) Intolerância a odores, luz, dores, frio,
b) Desejo de estimulantes que melhoram o trabalho,
c) Excitação sexual/ejaculação precoce,
d) Sono ao anoitecer,
e) Muitos pensamentos perturbando o sono e causando mau humor ao acordar,
f) Menstruação antecipada,
g) Impulsos de agredir.
B.2) Depressão (200C a 1000C) – Após responsabilidades assumidas ou atividades concluídas. Alienação ao trabalho, tristeza, desânimo, dificuldade de realizar atividade mental e de se concentrar. Pode ocorrer: impotência sexual, irritabilidade, intolerância a contradições, ansiedade, pensamentos de suicídio.
C) Distúrbios Gerais
C.1) Sistema Respiratório
1) 4 ou 5CH – Coriza causada por resfriado, sendo que à noite melhora, agravando com frio e após refeições, podendo haver ou não prurido nas narinas.
2) 5 a 7CH – Espirros ao acordar/levantar, asma com tosse seca, com sensação de peso/constrição no peito, agravando por alimentação abusiva/ frio.
C.2) Estado Febril (4 ou 5CH) – Calafrios que pioram com frio e com movimento. Sensação de frio embora o corpo esteja quente. Hipersensibilidade ao toque/barulho/frio. Irritabilidae.
C.3) Convulsões (5 a 7CH) – Crises como tétano, agravadas por barulho/ luz/frio e principalmente nos membros inferiores. O rosto fica arroxeado, a consciência é mantida completamente ou parcialmente.
C.4) Dores (6 a 12CH) – Lombares: à noite ou bem cedo,obrigando andar inclinado à frente. – Ciática: com sensação de anestesia e de contração, pior ao levantar. – Cãibra da panturrilha (batata da perna) ou dos artelhos, piora ao andar/à noite/ao levantar.
C.5) Paresia das Pernas (dinamizações altas). Paralisia ou fraqueza dos membros inferiores, tendo origem na medula. Sensação de peso nas pernas e de perda na coordenação, com frialdade, piorando pela manhã e com frio, atingindo a raque, podendo provocar cambaleios.
C.6) Pessoas que melhoram os sintomas após repouso. Pessoas nervosas, hipersensíveis, teimosas, impacientes, irritáveis, coléricas, intoxicadas, sedentárias ou muito ativas, estafadas, que abusam de alimentação/bebida com fígado afetado, que pioram os sintomas por preocupação, dificuldades ou obstáculos e sono insuficiente ou que consumiram abusivamente medicamentos alopáticos. Neurastenia com hipocondria. Vontade de evacuar com frequência, mas defecam pouco. Hemorroidas, gastrite crônica (com estômago dilatado), dispepsia, dor de cabeça por intoxicação, ressacas, tremor nas mãos, náuseas pós-cirurgias, cólica hepática, inflamação intestinal. Friorento descoberto, calorento coberto. Febre (alternar com Ipeca). Lumbago, dor nas costas, nariz entupido, metrite pós-parto, rinite espasmódica. Sono agitado (sonha e fala). Enxaquecas, dor de cabeça por dispepsia, nevralgia sobre as órbitas oculares (30CH). Intoxicação fortíssima por álcool.

Quadros Animais:
Intoxicações, diarreias por intoxicação, obstipação, convulsão, cólicas (renais, intestinais, estomacais e biliares), hepatite, gordura no fígado. Acetonemia bovina. Adenite equina. Prolapso discovertebral no cão (não deve ser administrado a vacas e éguas). Animais raivosos. 4D, 6D, 12D, 6CH, 12CH, 30CH, 100CH.

Homeopatias Complementares:
Sulphur, Kali carbonicum, Sepia.

Homeopatias Sucessoras:
Aranea, Aesculus, Arsenicum, Belladona, Bryonia, Cactus, Carbo vegetabilis, Calcarea, Phosphorus, Pulsatilla, Phosphoricum acidum, Rhus tox, Sepia, Sulphur.

Homeopatias Incompatíveis:
Aceticum acidum, Ignatia amara, Zincum.

Antídotos: 
Aconitum, Arsenicum, Belladona, Camphora, Chamomilla, Cocculus, Coffea, Euphrasia, Opium, Pulsatilla, Thuya.

Dinamizações:
3CH a 30CH, 500C, 100C, 10000C.

Outras Denominações:
Nux, Strychnos colubri, Strychnos ligustrina, Strychnos, Solanum arboreum.

Proximidades:
Kali carbonicum, Hydrastis, Bryonia, Lycopodium, Graphites.

Nux vomica

Autor: Dr. S. R. Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
Nux-v. é um remédio diário. Corresponde a muitas doenças às quais o homem moderno está sujeito. É útil para aquelas pessoas que levam uma vida sedentária, fazendo muito trabalho mental; ou para aqueles que permanecem sob estresse e tensão de trabalho de escritório prolongado, cuidados e preocupações com os negócios. Essas pessoas, a fim de esquecer suas preocupações, tendem a se entregar ao vinho, às mulheres, a alimentos ricos em estimulantes e a drogas sedativas; e efeitos nocivos dos quais eles estão aptos a sofrer. O típico Nux. O paciente é bastante magro, sobressalente, rápido, ativo, nervoso e irritável. Afeta os nervos, causando hipersensibilidade e superimpressionabilidade mental e física. Produz DISTÚRBIOS DIGESTIVOS; congestão parcial e estados hipocondríacos. Pessoas dispépticas que sempre selecionam seus alimentos para experimentar, que são pouco digeridos. Ele está sujeito a espasmos, convulsões e desmaios. O paciente parece estar sempre desafinado; A AÇÃO É VIOLENTA, muitas vezes irregularmente intermitente ou ineficiente. Torcendo e empurrões. Espasmos, tetânicos, com consciência; piora ao menor toque, mas melhora ao segurar com força ou quando o cotovelo é esticado. Sensação contraída tensa. Dores semelhantes a relâmpagos. Neuralgia; prodrômico. Sensação de corpo áspero internamente. Sensação de peso e leveza alternadamente. Dor machucada; DO ABDOME, cérebro, etc. Sensação de raspagem interna ou RAWNESS; na garganta, laringe. Pega frio. Desmaios, após evacuações, vômitos; após as dores do parto, etc. Biliosidade. Hemorragias. Devassos; pacientes muito drogados. Tremendo. Epilepsia durante as fezes. Paralisia por apoplexia, em fígados altos; parcial, com vertigem e náusea; com dores de aderência. Os reflexos aumentaram. Morenas de fibra firme. Peristalse invertida. Efeitos nocivos; de masturbação, excesso sexual. Varizes, sem tortuosidade, cordões pretos duros; de muito ficar em pé ou de hábitos sedentários.

Piora:
DE MANHÃ CEDO. FRIO; AO AR LIVRE (seco); rascunhos; assentos; vento. DESCOBRINDO. VIDA ALTA; café; condimentos, bebidas alcoólicas, drogas, purgativos, excesso de alimentação. Hábitos sedentários. Devassidão. Mental; esforço; fadiga; irritação. Sono perturbado. CAUSAS LEVES; raiva; barulho; odores; tocar; PRESSÃO; de roupas na cintura. Bocejando. Tabaco. Música. Decepção de ambição. Honra ferida. Choque mental.

Melhora:
DESCARGAS GRATUITAS. Cochilos. Cabeça envolvente. Em repouso. Bebidas quentes. Leite. Gorduras. Ar úmido. Deitado de lado.

Mente:
Ativo. IRRITADO E IMPACIENTE; não suporta dor; tão louco, ele chora. Zeloso; temperamento ardente. Nervoso e excitável. Aversão ao trabalho. Teme a pobreza. Carrancudo. Maldoso. Ranzinza. Violento. Feio; impulsos suicidas, homicidas. Medo de facas, para não matar a si mesma ou a outros. Detecção de avarias. Reprova os outros. Assustadoramente apreensiva em casar, (meninas). O tempo passa muito devagar. Fala sobre a condição de alguém. Mesmo a menor doença a afeta muito. Hipocondria. Melancolia. Delirium tremens. Não suporta barulho, luz, odor, toque, música, etc. Não suporta conversa ou leitura. Irritado quando consolado. Cabeça-forte, obstinado.

Cabeça:
Vertigem; cérebro e outros objetos giram em círculo; com perda momentânea de consciência; com feitiço preto; com o estômago vazio. Sensação machucada do cérebro. Tonto e fraco no meio da multidão ou onde muitas luzes estão acesas. Dor de cabeça ao sol. Couro cabeludo sensível. Testa inchada. A cabeça parece maior que o corpo. Leva o frio melhor embrulhando a cabeça com calor. Enxaqueca. Dor de cabeça frontal com desejo de apoiá-lo em algo.

Olhos:
Injetado de sangue. Lacrimejamento do lado afetado. Atrofia do nervo óptico. Fotofobia. Paresia dos músculos oculares. Globos oculares inferiores amarelos. Perda de visão devido ao álcool e tabaco. Exsudação de sangue dos olhos. Conjuntivite da primavera.

Ouvidos:
Coceira no ouvido através das trompas de Eustáquio. Meato externo seco e sensível. Dor; costura ao engolir. Sons altos são dolorosos.

Nariz:
Hipersensibilidade a odores fortes; mesmo desmaiando. Nariz parado, mas corre água; de um lado. Fungos; do recém nascido. Hemorragia nasal durante o sono; de fluxo suprimido de hemorróidas, de tosse. Espirros, violentos, abortivos; de rastreamento intenso nas narinas (esquerda). Coriza, fluente de dia e ao ar livre, seca à noite. Cheiro antes do nariz, como queijo velho, enxofre queimando. Cheiro agudo. Nariz parece afiado e pontiagudo.

Face:
Vermelho, túrgido ou amarelado pior sobre nariz e boca. O ângulo esquerdo da boca cai. Neuralgia infra-orbital; com inchaço da bochecha, intermitente; melhor quando deitado na cama. Mandíbulas. feche rapidamente; duro. Acne de comer queijo. Espinhas do uso excessivo de bebidas alcoólicas. Criança passa a mão constantemente no rosto (doença cerebral).

Boca:
Bater de dentes. Dor de dente melhores bebidas quentes. Foetororis; azedo. Pequenas úlceras aftosas na boca. GOSTO; AMARGO; azedo, ruim de manhã, baixo na garganta. Coceira no paladar; trompa de Eustáquio. Gengivas; inchado, branco e sangrando. Agulhas nas bordas da língua pioram depois de comer; lavar o rosto em água fria.

Garganta:
Áspero, cru; como se raspado. Gosto pútrido; na tosse. Pequenas úlceras na garganta; dor piora durante a deglutição vazia. Pontos nas orelhas.

Estômago:
Anseia por comida picante; cerveja; alimentos gordurosos, giz; estimulantes. SOLUÇO; de comer demais; de bebidas frias ou quentes. Vômitos violentos pior Hawking. Eructações, azedo. Azia. Água impetuosa. Náusea; melhor se ele só pode vomitar. VÔMITO VIOLENTO; bilioso, azedo, quer vomitar, mas não consegue. A comida fica como um nó pesado no estômago. Gastralgia; as dores vão para as costas e para o peito; melhor vômito e bebidas quentes, pior com comida. Indigestão. Fome; ainda aversão à comida. Eructações; difícil, azedo, amargo. Dor intensa no estômago devido a lesão, pior ainda com comida.

Abdome:
Como de uma mão sobre a cintura, as roupas o oprimem. Dor machucada da parede abdominal. Fígado dolorido, aumentado; dor de picada. Cólica de pedra na vesícula. Icterícia; da raiva. Os intestinos reclamam aqui e ali. DORES INTESTINAIS, pior TOSSE E PASSOS. Hérnia; infantil; de constipação ou choro; umbilical. Cólica flatulenta. INSTITUIÇÃO INCONFORTÁVEL, IRREGULAR E FRUTIL PARA OS INTESTINAS AGIR; melhores BANCOS. Obstipação. Peristaltismo inativo. Tensões fortes nas fezes; sensação de que parte não foi expelida; passa pequena quantidade a cada tentativa. Reto; espasmos de; flatos retidos em; desconforto constante em. Hemorróidas, coceira, cegueira, sangramento, melhor banho frio. Disenteria; fezes dores melhores por um tempo. Diarréia; com icterícia; depois da orgia, durante as febres. Cólica em lactentes devido a alimentos estimulantes ingeridos pela mãe. Cólica de fluxo hemorroidário suprimido. A primeira parte das fezes é mole, a última é dura. Prolapso de reto por diarreia. Arrastando no ânus quando não está nas fezes. Sensação de ausência nas virilhas.

Urinário:
Cólica renal (à direita), estendendo-se para genitais e pernas; com gotejamento de urina; melhor deitado de costas. Desejo ineficaz doloroso de urinar. Estrangúria espasmódica. Hematúria por fluxo hemorroidário suprimido ou menstruação. Estenose uretral espasmódica. Paralisia da bexiga; gotejamento de urina; em homens velhos, com próstata aumentada ou gonorréia. Micção involuntária ao rir, tossir, espirrar.

Macho:
Desejo facilmente excitado. O pênis fica relaxado durante um abraço. Maus efeitos do onanismo; excesso sexual. Ejaculação precoce. Não pode estar na sociedade feminina sem ter emissão. Aumento do esmegma.

Fêmea:
Desejo muito forte; com queimação na vulva. Menstruação; profusa, precoce e prolongada; intermitente; de escuro encaroçado sangrento; irregular; com desmaios. Dismenorreia; as cãibras se estendem por todo o corpo; com vontade constante de evacuar. Leucorréia; fétido; coloração amarela. Dores de parto ineficientes; desmaia a cada dor de parto. Sangramento abundante após aborto. Prolapso do útero; de esforço ou elevação. Todos os sintomas antigos são piores após a menstruação. Lochia escasso, ofensivo. Mamilos; dolorido; mancha branca no centro. Dor tensiva ao amamentar. Coleta indolor de leite no seio por não amamentar a criança.

Respiratório:
Tosse; violento; jogar o paciente no chão; paroxística; gritando; com dor de cabeça intensa; tem que segurar a cabeça. Respiração superficial. Respiração oprimida. Asma; de estômago desordenado; com estômago cheio. Rouquidão, com aspereza dolorosa na laringe e no peito. Tosse; com sensação como se algo se soltasse no peito. Neuralgia intercostal pior deitado no lado dolorido. Asma; com sensação de que a roupa estava muito apertada, melhor arroto. Desejo de comer durante a tosse.

Coração:
Palpitação ao deitar. Coração sente-se cansado. Angina de peito; paciente deita de joelhos com o corpo inclinado para trás.

Pescoço e costas:
Neuralgia cervico-braquial; pescoço dolorosamente rígido; dores no ombro (direito) pior toque. Pescoço torcido por frio ou choque nervoso. Dor lombar, como se estivesse quebrando; deve sentar-se para se virar na cama. Rastejando ao longo da coluna. Lombalgia aguda. Região sacral como se manca; após o parto.

Extremidades:
Os braços adormecem, dormência, sensação de rigidez. Cãibras tensas nas panturrilhas e plantas dos pés, devem esticar os pés; ou ficar parado enquanto caminha. Os pés parecem tortos e crus. Tiro dos pés às coxas; pior depois das fezes. Arrasta os pés ao caminhar, (coreia); as pernas tremem; marcha instável. Articulações do joelho como se estivessem secas; rachaduras durante o movimento. Paralisia dos membros inferiores por excesso de esforço ou por estar encharcado. Movimentos automáticos da mão (direita) em direção à boca (Apoplexia). Pernas rígidas.

Pele:
Pele de ganso. Pele vermelha e manchada. Urticária com desarranjo gástrico. Manchas azuladas.

Dormir:
Bocejando. Sonolento à noite ou sem dormir devido à pressa de ideias. Acorda muito cedo, não consegue dormir de novo; finalmente dorme, mas ao acordar sente-se miserável. Melhor depois de um sono curto, a menos que seja despertado. Pesadelos. sonhos; ansioso; perseguido por animais, cães e gatos; amoroso. Chorando e falando durante o sono.

Febre:
Frio com sede e calor sem sede. FÁCIL DE REFRIGERAR, NÃO PODE DESCOBRIR, movimento pior; beber mesmo durante o calor. Esp quente ardente do corpo. rosto, mas incapaz de se mover ou descobrir sem sentir frio. Rigor excessivo com unhas azuis. Suor; azedo; unilateral; quente, na parte superior, ao deitar.

Complementar:
Kali-c; Fos; Sulph.

Relacionado:
Ignorar; Lycopodium

Nux vomica

Autor: Rajan Sankaran

Obra: Texto baseado no livro The Soul of remedies de Rajan Sankaran. O Texto está diferente do original mas as idéias foram mantidas

Informações Gerais:
Nux vomica é um remédio do reino vegetal.

Miasma:
Pertence ao miasma da psora.

Mental/Emocional:
As expressões principais são duras, zelosas, ambiciosas, impacientes. Ele é um mestre de tarefas difíceis. É uma pessoa irritável, apaixonada e muito meticulosa. Se alguma coisa o incomoda, ele deve tirá-lo do caminho. Por exemplo, quando ele está constipado, ele se esforça até que as fezes saiam, caso contrário, ele não obtém alívio. Melhora depois que alcança o objetivo. Naturalmente, ele não é uma pessoa muito paciente. É malicioso e, quando zangado, se expressa sem muita inibição, como uma pessoa que bebeu álcool. “Insanidade dos bêbados” é a rubrica que explica muito bem o estado Nux Vomica. Anseia por álcool e por todas as formas de estimulantes. Também pode ser viciado em laxantes. Nux vomica também tem raiva quando é obrigada a responder.

Comparações:
Nux vomica é complementar de Lycopodium e Sulphur.
Em alguns aspectos, o Lycopodium se assemelha a Nux vomica com a irritabilidade, impaciência e uma natureza ditatorial. Esses dois remédios podem chegar perto, mas a principal diferença é que o Nux vomica não é covarde por dentro. É mais precipitado e audacioso, mais enérgico e expressivo, mais impulsivo e explosivo. Desde tenra idade podemos ver essa diferença. Lycopodium tem uma infância tímida, introvertida, enquanto Nux vomica na infância é ousada e travessa. Na idade adulta, quando recebe um emprego, Nux vomica vai quebrando todos os obstáculos em seu caminho, como um rolo compressor. Muitas vezes pode ficar violento. Lycopodium de fato não é tão ardente e ousado. Ele pesa cada passo e não se apressa nas coisas. Se o obstáculo for grande, ele hesita e pode até recuar. Nux vomica pode às vezes seguir Sulphur e vice-versa. São estados opostos: Nux vomica é tão limpo e Sulphur tão sujo; Nux vomica é tão fria, Sulphur tão quente; Nux vomica é ardente, veemente e Sulphur é preguiçoso e descuidado.

Por isso são complementares:
Lachesis, Apis, Hyoscyamus e Nux vomica estão entre os remédios mais ciumentos de nossa Matéria Médica. Apis é ocupada e inquieta, Lachesis é sarcástica, Hyoscyamus é desavergonhada e tola, enquanto Nux vomica é briguenta e ciumenta. Chamomilla e Nux vomica são muito semelhantes e são remédios inimigos. Ambos são tão sensíveis, violentos e intolerantes à dor que facilmente se confundem os dois remédios. Nux vomica é o agudo de Sépia, estando também preocupado com ocupação e negócios, com tremenda irritabilidade. Como Sépia, é friorento e constipado. Sépia tem dois temas que são separados: relacionamento e ocupação. Há um conflito entre estes dois. Em uma situação muito aguda de falência de negócios, uma pessoa Sépia pode precisar do Nux vomica. Nux vomica é complementar de Ignatia que por sua vez é o agudo de Natrum muriaticum, que é complementar de Sépia. Nux vomica – Ignatia-Sepia – Natrum muriaticum

Físico:
• Deseja gorduras, especiarias que agg. ele. Deseja carne.
• Transpiração, lábio superior.
• Perturbação digestiva pela menor irregularidade.
• Insônia – das 3:00 às 5:00 da manhã

Rubricas:
Sankaran conta que, certa vez, um colega lhe apontou algumas rubricas de Nux vomica: “Delírio, cama, noite, alguém entra e não há espaço” e “Delírio, cama, alguém a vendeu”. A impaciência que Nux vomica demonstra em conseguir o que quer pode ser como se estivesse tentando recuperar sua cama, lugar de sua segurança e repouso. Ele busca essa segurança e repouso; ele quer e quer rápido. A menos que seja um empreendedor, ele estará acabado neste mundo de competição; sua cama vai ser ocupada por outra pessoa. É assim que a Nux vomica vê o mundo.
• Abusivo Durante embriaguez.
• Doenças de falência de negócios.
• Ardente.
• Empresário, esgotado.
• Delírio, cama, noite, alguém entra e não há espaço.
• Delírio, cama, alguém vendeu.
• Inveja.
• Loucura, embriaguez, em.
• Ciúmes.
• Malicioso, rancoroso, vingativo.
• Medo da pobreza.
• Quieto, deseja repouso e tranquilidade. Phatak
• Além de si mesmo.
• Irritável quando questionado.
• Silêncio melhora.
• Repreende os outros.
• O sono curto melhora.
• Zeloso.

Nux vomica

(Noz-vômica)

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonímia:
Nux, Solanum arboreum incKcum marychnos colubri, Str. ligustrina e Str. nux vomica pertence às Loganiacese.
Moreno, cabelos pretos, magro, colérico, irritável, teimoso, nervoso, melancólico, de hábitos e preocupações de espírito: tal é o doente. Homens de negócios. Ação muscular peristáltica. Um “dos melhores remédios a ser administrado na dinamização aos pacientes que têm abusadodo nos alopáticos, sobretudo purgantes. Adaptado às moléstias das pessoas de vida sedentária astenia com hipocondria e sintomas gastrointestinais; alternado com Sulphur. Um dos remédios do tétano. Frequante desejo de evacuar, mas poucas ou nenhuma fezes — prisão de ventre (30.ª e 200.ª din.) disenteria ou qualquer outra moléstia. Hemorróidas cegas e coçando. Dismenorréia. Boca amarga. Gastrite crônica, com dilatação do estômago. Dispepsia, com dor de cabeça; pior meia hora depois de comer. Epilepsia. Vômitos matinais da dispepbretudo dos alcoólatras. O melhor remédio para sintomas agudos de uma bebedeira (cabeça pesada). Tremor das mãos. Remédio para vômitos que sobrevêm depois de operai cirúrgicas. Lingua amarelada na porção posterior bordos avermelhados. Wêrnias. Hérnia umbilical das crianças. Maus efeitos de excessos sexuais. Espermatorrêia noturna. Alivia as dores na 30.ª dinamização; cólicas hepáticas, a dar nos intervalos dos acessos; a 12.ª alivia as cólicas nefríticas. Inflamação intestinal das crianças, que não toleram senão o leite materno, com diarreia, mas sem catarro na obra. Use a 1.ª din. Diarreia ou constipação cem grandes esforços e fezes em pequena quantidade. Convulsões com opistótonos. A língua fica arroxeada e o doente permanece semiconsciente durante a crise. Tetania. Em qualquer febre, sente arrepios de frio ao menor movimento ou ao se descobrir e, todavia, cobrindo-se sente um grande calarão — É uma indicação segura de Nux vomica. Alternado com Ipeca, é um grande remédio das febres intermitentes palustres (sezões ou maleitas). Nevralgia intercostal agravada pelo deitar-se sobre o la”do doloroso. Lumbago. Dores de costas. Nariz entupido. Um dos melhores remédics para abortar a coriza. “Para a coriza com entupimento do nariz, Nux vomica é o específico”. (DR. HUGHES). Em alta dinamização (30.ª) é um excelente remédio da inflamação do útero depois do parto (metrite puerperal). Rinite espasmódica. Regras abundantes, adiantadas e prolongadas. Acorda todas as manhãs pelas três ou quatro heras e não pode mais conciliar o sono. Insónia dos neurastênicos, com vertigem e fácil fadiga. Sonha, fala e se agita durante o sono. Nevralgia supraorbitária, matutina, intermitente, cotidiana — 30.ª din., uma dose logo depois do acesso e outra duas ou três horas mais tarde ou ao deitar-se. “É inteiramente seguro afirmar que Nux vomica mais frequentemente indicada para a dor de cabeça do que qualquer outro remédio”. (DR. DEWEY). Enxaquecas. Dores de cabeça com perturbações gástricas. Todos os sofrimentos melhoram pelo repouso.

Ponto de Weihe:
Linha axilar media, abaixo do bordo da 2.a costela, lado direito.

Complementares:
Sulph., Kali carb. e Sepia.

Remédios que lhe seguem bem:
Aran., Aescul., Act., spic., Bellad., Bryon., Cact., Carbo veg., Calc., Coccul., Colchic., Cobalt., Hyosc., Lycop., Phosp., Puls., Phosp. acid., Rhus, Sep. e Sulph.

Inimigos:
Acei. acid., Ignat. am. e Zinc.

Antídotos:
Acon., Ars., Bell., Camph., Cham., Coc-cul., Coffea, Euph., Opium, Puls. e Thuya.

Dose:
1.ª à 200.ª 500.ª 1.000.a e 10.000.”. Age melhor, sendo tomada à tarde.

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos