Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Phosphoricum acidum

Phosphoricum acidum

Casali

Phosphoricum acidum

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com Ácido Fosfórico utilizado na alopatia nos quadros de tumor maligno visando reduzir os níveis de cálcio do sangue.

Palavra Chave:
Fraqueza dos nervos, apatia, estresse, emoções. Crescimento das plantas. Esgotamento em animais.

Tropismo Homeopático:
Estômago, intestino, ossos.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Depressão e debilidade nos órgãos genitais. Debilidade dos nervos com astenia. Descalcificação. Atonia no sistema digestório.

Sinais de Exaltação
Sensações: 
Cansaço nas costas, fadiga das pernas, frialdade nos dentes, face fria (apenas um lado), fraqueza no peito enquanto fala, imagens de objetos enevoados sem nitidez, fraqueza corporal e mental, calor no corpo, ouve o relógio bater, quando deitado suas pernas se elevam, vazio mental associado a cansaço nas pernas e a sonolência. Ilusão de ver objetos grandes se aproximando.

Sinais Mentais:
Inquietude mental. Concentração muito difícil. Pensamentos fantasiosos com amores e com paixões fugazes ou temporais. Confusão mental após beber. Pensamentos confusos e muitos. Dificuldade de compreensão e demora ao responder. Fraqueza de memória. Não consegue pensar à tarde (embotamento e cansaço mental). Pensamentos sobre desengano amoroso. Depressão mental. Pensamentos ansiosos sobre sua recuperação.

Sinais Comportamentais:
Recusa comer, recusa pensar, descontente consigo mesmo, baixa autoestima. Torpor. Prostração corporal com indiferença por tudo. Excesso de relações sexuais ou de masturbação. Calado. Maior atividade no período noturno. Comporta-se como: obstinado, ofendido, decepcionado, infeliz, humor repulsivo, irritado, magoado, preocupado, pesaroso, desgostoso, saudoso, ansioso pelo futuro, culpado (após masturbação).

Sinais Emocionais:
Penas e sofrimentos por frustrações amorosas. Saudade e tendência ao choro. Triste com muitas preocupações, teme que possa adoecer. Disposição ao choro, por nostalgia ou não. Nostalgia intensa sem lembrar dos fatos passados. Alegrias imaginárias como fuga e esquecimento das paixões. Abalos emocionais por causa de fracassos. Humor melhora à noite. Emoções por desengano amoroso.

Sinais Físicos:
Insônia. Queda dos cabelos. Cefaleia. Debilidade. Digestão difícil. Dores abdominais. Dormência ou fraqueza nas extremidades. Flatos pela vagina. Formigamento em todo o corpo. Impotência. Ovários inflamados. Demandas de micção repentinas. Campo visual confuso.

Sinais Gerais:
Sem vontade de reagir. Desejo de tranquilidade ou solidão.

Generalidades
Agrava: 
Esforço, enquanto lhe falam, com perdas, com excessos sexuais, no frio, com barulho, com correntes de ar.

Melhora: 
Mantendo o corpo aquecido, após cochilar.

Patogenesia No Vegetal:
30CH – aumenta a massa da parte aérea da planta (Phaseolus vulgaris/feijão).

Perfil (Criança):
São crianças frágeis com distúrbios digestórios (queimação, vômitos), fracas, têm intensa externalização (diarreias, micções) que alivia seus sintomas emocionais e mentais. A afetividade faz parte dos seus núcleos de adoecimento (sofre internamente) e consequentemente buscam na noite suas compensações, assim, têm insônia. Agravam com: luz, irritabilidade, desânimo, embotamento da manhã. À noite têm melhor humor e se agitam mais.

Indicações
Quadros Comuns:
A) Debilidade
A.1) Esgotamento mental (9 a 30CH) – Fadiga mental, lentidão, fraqueza da memória, alienação nos estudos e no falar. Tem tristeza, desânimo, indiferença.
A.2) Astenia sexual e sensorial (9 a 30CH) – Perda do desejo, debilidade nas ereções. Agrava estando de pé, com frio, com esforço mental. Melhora com descanso/sono e com calor.
A.3) Atonia digestória (4 a 6CH) – Distúrbios gástricos que pioram com bebidas frias e ácidas, com diarreia crônica (aquosa, amarelada, indolor, inodora), geralmente com dilatação do abdome.
A.4) Fraqueza física (7 a 30CH) – Rosto pálido, olhos fundos, suores, sonolência, dificuldade de acordar, fosfaturia, cefaleia, dores de crescimento (adolescentes), lentidão. Insucessos na completa micção e na defecação. Prostração, fala pouco e não responde, delírio murmurante, dilatação das pupilas, boca seca, tonteiras, menor audição (zumbidos).
B) Descalcificação (4 ou 5CH) – Fosfaturia. Perda de cálcio. Dentes cariados e cáries ósseas. Insuficiência na calcificação dos ossos, causada por: crescimento rápido, senilidade, onanismo, estafa, refrigerante com ácido fosfórico. Dores ósseas principalmente nos ossos longos acompanhadas de dores musculares, dores nas costas e nas pernas.
C) Distúrbios Diversos – Fraqueza nervosa causada por excessos sexuais ou perdas seminais. Fraqueza na região lombar e dorsal por excessos sexuais. Impotência, espermatorreia, calvície, vertigens (estando de pé e à tarde), diabete, fosfaturia, quiluria. Diurese com urina muito clara (em qualquer afecção). Agravamentos por beber ou comer alimentos ácidos. Dores nos órgãos submetidos a amputação de suas partes. Neurastenia, raquitismo, vesiculite. Diarreia sem cólicas (descolorida), fatigante. Sede de leite gelado. Prostatite. Dores do fígado no período menstrual. Febre de tifo. Hemorragia intestinal. Tuberculose. Conjuntivite.

Quadros Animais:
Esgotamento. Sonolência. Fraqueza consequente de: distúrbios agudos, excessos diversos, perda de fluidos vitais. Distúrbios por frio, vento frio, beber leite azedo. Touros impotentes. Diarreia, raquitismo. Alívio das dores do câncer. 3CH, 5CH, 6CH, 7CH.

Quadros vegetais:
Plantas com menor absorção de cálcio causada pelo menor fluxo de massa (transpiração diminuída) provocando desequilíbrio nutricional e consequentemente menor crescimento (a planta fica fraca agravando após as colheitas de frutas/rebentos/ramos). Plantas que passam por períodos de intenso crescimento e em seguida têm dificuldades na absorção e nutrição aparentando esgotamento fisiológico. Agravação do quadro de nutrição nos cultivos feitos em solos ácidos na época fria e em plantas cujo produto são frutas com muitas sementes contendo reservas de grande valor energético.

Atenção:
Boêmios, farristas, homens perdidos, mulheres desamparadas, diabéticos, tuberculosos. Estafa mental por estudo e trabalho intelectual. Angina, demência, artrite, cistite. Decepções, sustos, penas, raiva, mágua, tristeza silenciosa, amor não correspondido. Impotência sexual masculina por problemas emocionais ou excessos sexuais e masturbação. Jovens que crescem muito rapidamente (com dores de crescimento nas pernas). O ácido fosfórico está nos refrigerantes “cola”.

Homeopatias sucessoras:
Arsenicum album, Belladona, China, Causticum, Ferrum, Fluoricum acidum, Lycopodium, Nux vomica, Pulsatilla, Rhus, Selenium, Sepia, Sulphur, Veratrum.

Antídotos:
Camphora, Coffea, Staphysagria.

Duração:
40 dias.

Dinamizações:
1 a 30CH.

Outras denominações:
Acidum phosphoricum, Phosphoric acidum.

Proximidades:
Oenothera, Nectandra, China, Nux vomica, Picricum acidum, Lacticum acidum, Phosphorus.

Phosphoricum acidum

Autor: Sr Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
Fos-ac. afeta a mente esp. seu lado emocional; além disso, influencia os nervos sensoriais; sistema sexual e ossos. A fraqueza e debilidade comum a todos os ácidos é muito marcada neste ácido; com secreção livre; micção profusa; perda de líquidos; sudorese etc. exceto com diarréia. A debilidade mental aparece primeiro, depois a física. Lentidão mental e sentidos especiais. As dores vão para a parte deitada. Sensível à luz, som e odores, que lhe tiram o fôlego. Sentido de pressão; como de causar peso; na testa, no esterno, no vértice; nos olhos, umbigo, seios etc. Formigamento; na raiz do cabelo; ao longo da  coluna; membros. Útil para aqueles jovens que crescem rapidamente e que estão sobrecarregados mental e fisicamente; quando o sistema é devastado por doenças agudas; excessos venéreos; luto, perda de fluidos vitais, pede esse ácido. Dor machucada; como dores de crescimento. Hemorragias, sangue escuro. Doenças ósseas. Osteíte. Periosteíte. Cárie. Raquitismo. Diabetes. Neurose do coto após amputação, melhor com a respiração profunda. Alivia as dores do câncer. Frieza; de peças. Efeitos nocivos de más notícias; amor desapontado, tristeza; desgosto, lesões; choque. Pinagem; com emagrecimento. Neurastenia. Formação de abscessos após febre. Dor corrosiva nos ossos. Articulações soltas. As partes externas ficam pretas; gangrena senil. Dor corrosiva nos ossos. Articulações soltas. As partes externas ficam pretas; gangrena senil. Dor corrosiva nos ossos. Articulações soltas. As partes externas ficam pretas; gangrena senil.

Piora:
Perda de fluídos. Excesso sexual. Fadiga. Convalescença de febres. Emoção; pesar; desgosto. Choque mental. Doença de casa. Amor infeliz. Rascunhos; frio. Música. Conversando. Sentado. De pé. Sobre levantamento. Operações. Medo (crônico).

Melhora:
Cordialidade. Sono curto. Fezes.

Mente:
Quieto; sem vontade de falar, ou fala apressada. Indiferente; a tudo. Apático; da luta desigual com circunstâncias adversas, mentais e físicas; obtuso ou torpido; com tendência a diarreia ou sudorese. Apreensão lenta. Não consegue coletar suas ideias; caça palavras. Memória fraca. Desespero resolvido. Aversão a falar. Respostas, relutantemente ou lentamente, curtas incorretamente. Histeria na mudança de vida. Enjôo doméstico com vontade de chorar. Delirium leve; facilmente despertado. Cérebro viado. Desesperança. Medo do futuro; medita sobre a condição de alguém.

Cabeça:
Peso esmagador no vértice; dor como se as têmporas fossem esmagadas; pior agitação ou ruído. Vertigem; como se estivesse flutuando no ar, deitado na cama, com zumbido nos ouvidos e olhos vidrados; pior em pé, andando. O cabelo fica ralo, fica grisalho cedo. Queda de cabelo. Dor de cabeça de colegial; do uso excessivo dos olhos. Dor de cabeça; após o coito.

Olhos:
Sem brilho; vítreo; olhando fixamente; afundado; com anéis azuis ao redor. Dor como se os globos oculares estivessem pressionados juntos e na cabeça. Os globos oculares parecem grandes. Manchas amarelas na conjuntiva. Perda de visão por masturbação. Vê arco-íris. Fotofobia.

Ouvidos:
Intolerância ao ruído esp. música, que causa pontadas, mesmo cantando ele mesmo. Surdez nervosa após febre tifoide. Cada som re-ecoa alto no ouvido. Som estridente nos ouvidos ao assoar o nariz. Ilusões de audição; ouve o repicar do sino. Dor de ouvido ao assoar o nariz.

Nariz:
Sangrando. Coceira; enfia os dedos no nariz. Nariz inchado, com manchas vermelhas ou espinhas na ponta do nariz.

Face:
Pálido, doente. Tenso como se a clara de um ovo tivesse secado. Um lado frio. Acne de onanismo. Os pelos da barba caem.

Boca:
Sangramento, gengivas inchadas, retração dos dentes. Os dentes ficam amarelos e sem brilho. Língua viscosa. Faixa vermelha no meio da língua. Morde os lados da língua involuntariamente; no sono. Boca seca. Lábios secos, rachados. Nodosidades dolorosas nas gengivas. Gosto de ovo podre.

Garganta:
Pigarro até muco duro. Secura do paladar.

Estômago:
Desejo por coisas refrescantes e suculentas; para leite frio. Acidez. Alimentos ácidos e bebidas discordam. Pressão a partir de um peso. Perda de apetite.

Abdome:
Dores na região umbilical. Distensão e fermentação. Estrondo alto. Frio. Profusa, Indolor; feitos brancos sujos aquosos ou lientéricos; mas pouca debilidade. Fezes involuntárias; escapar com flatulência; quando movido, em crianças. Fezes inodoras. Fígado; parece ser muito pesado; doloroso; durante a menstruação. Flatus ofensivo com alho.

Urinário:
Urina; frequente, profusa, aquosa, leite. Diabetes. Fosfatúria. Queimação na região dos rins. Enurese no primeiro sono. Proteinuria como urina pouco antes da menstruação.

Macho:
Genitais fracos e relaxados; de repente durante o coito, impedindo a emissão. Fraqueza e poluições após o coito. Emissões noturnas; com sonhos lascivos. Testículos sensíveis e inchados. Prostatorreia ao passar fezes moles. Herpes prepucial. Eczema do escroto. Excrescências sicóticas.

Fêmea:
Útero inchado, como se cheio de vento. Menstruação, muito cedo e muito abundante; com dor no fígado, prurido leucorréia amarela, após a menstruação. A saúde piorou com a enfermagem. Pressão aguda na mama esquerda. Bebês vomitam leite constantemente. Disúria durante a gravidez.

Respiratório:
Sensação de fraqueza no peito piora ao falar, tossir ou sentar; melhor caminhar. Pega resfriado; melhores rascunhos no peito. Tosse espasmódica com cócegas. Pressão ou torção atrás do esterno; dificultando a respiração. Expectoração salgada.

Coração:
Palpitação; em crianças e jovens que crescem muito rápido; depois do luto; depois de auto-abuso. Pulso irregular; intermitente.

Pescoço e costas:
Fraqueza paralítica ao longo da coluna. Formigamento ao longo da coluna vertebral. Espondilite de vértebras cervicais. Região lombar pesada, aumenta a dor nas pernas. Queimando ao longo da espinha. Pontos finos no cóccix e esterno. Furúnculos
na nádega.

Extremidades:
Antebraços pesados. Wens nas mãos entre os ossos metacarpos. Formigamento nos membros. Dores à noite, como se os ossos fossem raspados. Tropeça facilmente e dá passos em falso. Queimando abaixo da cintura. Cãibras como pressão nos braços, mãos e dedos. Dormência ao longo do nervo radial.

Pele:
Enrugado pegajoso. Espinhas, acne, furúnculos de sangue. Tendência a abscessos após febres. Úlceras indolores com pus fedorento. Formigamento em várias partes.

Dormir:
Com sono de dia; quente e acordado à noite. Durma profundamente, mas quando acordado totalmente consciente; durante as febres. Sono curto melhor fraqueza.

Febre:
Partes frias; um lado do rosto; abdômen etc. Calor com suor. Suor abundante; pior à noite; como uma sequela. Febres lentas e indolores.

Relacionado:
Gel.

Complementar:
China

Phosphoricum acidum

Autor: Rajan Sankaran

Obra: Texto baseado no livro The Soul of remedies de Rajan Sankaran. O Texto está diferente do original mas as idéias foram mantidas

Miasma:
Pertence ao miasma sicótico.

Tema:
O tema principal de um ácido é a luta seguida pelo colapso, esforço e exaustão. O tema da luta e do colapso expressa-se em alguns sintomas comuns a todos os ácidos: a pressa, a diligência, a sensação de que os seus esforços são infrutíferos, o medo do fracasso, mas também o cansaço, a indolência e a indiferença. O principal sentimento de Phosphorus é o de não ser amado e cuidado, ao qual ele reage sendo afetuoso, amigável e solidário na esperança de que seu amor e cuidado sejam retribuídos.

Sensação:
O principal sentimento de Phosphoricum acidum é”Devo cuidar constantemente dos outros para ser amado ou aceito”.

Mental/Emocional:
Há aumento de demanda energética e urgência junto com seu cuidado pelos outros. Se esforça muito para dar assistência ao outro. Porém, quando ele não consegue o que queria frente ao esforço que colocou, começa a ficar briguento passando para monótono, preguiçoso, indiferente, quieto e taciturno. Apesar de todo cuidado e amor que foi dispensado, acontece uma decepção por aquele que ele cuidou, então fica cansado e apático. Os fatores que resultam em tal estado são luto, cuidado e decepção, morte de um filho. As palavras “luta desigual” refletem o sentimento da maioria dos ácidos; é característico deste grupo de remédios. Em Phosphoricum acidum, o estado mental é de sonolência, taciturno, aversão aos negócios, indiferença, desesperança e desespero. Correspondentemente no corpo há fraqueza, falta de energia e disposição para deitar. A situação de Phosphoricum acidum é a de um homem que se esforçou para escalar uma montanha e ficou tão cansado que duvida de sua capacidade de subir mais. Ele é uma pessoa que tenta, mas a montanha parece uma tarefa difícil para ele. Ele sente vontade de descansar e ficar deitado. Está totalmente exausto. Não tem mais energia, então fica sentado, triste e meditando sobre esse objetivo inatingível. Ignatia é complementar a Phosphoricum acidum. Quando um jovem, supersensível, descobre que repetidas vezes suas esperanças foram desmentidas, pode chegar a um estado em que não adianta tentar. Precisa se tornar insensível e apática, porque sua sensibilidade não serve para nada – até mesmo sua histeria é inútil – este estado insensível (indiferença) é o estado de Phosphoricum acidum.

Rubricas:
• Pensamento, condição, sobre o próprio.
• Pensamento, desapontamento, acabou.
• Choque, doença, sobre ele.
• Negócios, avesso a.
• Cuidados, preocupações, cheios de.
• Indiferença, tudo, para.
• Disposição tranquila.
• Fala monossilábica. Kent
• Deseja coisas suculentas. Phatak
• Luta desigual.
• Crescimento dos membros, muito rápido.
• Com saudades de casa.
• Irritável quando questionado.
• O sono curto melhora.

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos