Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Cantharis

Cantharis

Casali

Cantharis

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com o inseto “cantárida” (tipo bezourinho), origem Espanhola, espécie cantharis vesicatoria, ordem Coleoptera.

Palavras chave:
Micção, ardência, cistite.

Tropismo:
Mucosa, serosa, pele, nervos.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Irritação e ardência das mucosas. Sistemas: (reprodutor, urinário, digestório), laringe, com catarro e tendência a necrose e hemorragia. Inflamação das serosas com extravasão (peritônio, pleura, pericárdio, meninges). Inflamação da pele com vesículas e pústulas. Excitação sexual e mental.

Sinais de Exaltação:
Sensações frio, fogo na garganta, constrição na faringe, sair vento quente do ouvido, água fervendo no cérebro, queimação no estômago e no esôfago, fraqueza ao respirar queimação nos pés.

Sinais Mentais:
Pensamentos agitados com excitação sexual e com ereção dolorosa. Delírio erótico com excitação mental. Irritabilidade mental. Expressa por palavras obscenas.

Sinais Gerais:
Sonhos lascivos e agitados. Impulsos de morder, gritar e bater durante os delírios sexuais. Olhos brilhantes, cabeça quente, rosto vermelho durante os delírios sexuais. Ansiedade. Hipersensibilidade. Nervosismo, sudorese, sede.

Sinais Físicos:
Tosse. Dispneia. Oliguria. Disuria. Língua com bordas vermelhas e ardentes. Espasmo na garganta. Vias digestórias com queimação. Inflamação na boca e faringe. Diarreia. Ardência ao evacuar com muco membranoso e sanguinolento. Tenesmo (reto e canal urinário). Vias urinárias irritadas, com dores ardentes. Dores renais. Urina vermelha. Albuminuria. Inflamação nos genitais com dores e ardência. Pele inflamada (tecido subcutâneo). Eczema no dorso das mãos e partes laterais dos dedos. Excitação sexual (corporal e mental) com ereções violentas, longas e dolorosas.

Generalidades
Agrava :
Com toque, na micção, bebendo café ou água fria.

Melhora:
Com massagem suave.

Perfil (Criança):
É a criança de xixi barulhento pela intensidade das afecções no sistema urinário. Reclamam e gritam as suas dores ardentes nas vias urinárias (antes, durante e após micção). Mas não é só isso que incomoda. São agitadas, irritáveis pois as vias digestórias e a laringe também são frágeis. Arde o sistema urinário, queima a laringe e irrita o estômago além do intestino com suas diarreias ardentes. A sensibilidade das mucosas dessa menina ou menino tem  outro alcance preocupante: a sexualidade! Elas e eles sonham precocemente nessa esfera provocando manipulações intensas que chamam a atenção deles próprios e dos pais. São frequentes as inflamações nas mucosas trazendo sinais diversos que incomodam.

Quadros Comuns:
1) Inflamação
1.1 – Boca e faringe
Queimação. Espasmos. Sede intensa. Irritabilidade.
1.2 – Vias urinárias
Dores ardentes (antes, depois e durante a micção). Tenesmo. Oliguria. Dor renal. Urina vermelha. Ereções. Agitação. Excitação sexual. Desejo furioso. Delírios e sonhos. Cistite.
1.3 – Pele
Ardência. Prurido. Vesículas e eritemas. Eczema nas mãos e dedos. Agitação.
2) Diarreia
Mucosa sensível. Ardência. Irritações frequentes. Evacuação ardente. Muco. Sede. Tenesmo do intestino reto. Inflamação. Enterocolite.

Quadros animais:
Vias urinárias e sexuais. Com irritações e inflamações semelhantes à hidrofobia.  Nas convulsões após parição. 
Irritação e inflamação das vias digestórias e da pleura geralmente decorrentes da inflamação urinária.

Quadros Vegetais:
Queimadura geral nos cultivos, seja pelo sol, por geadas ou pelo uso indevido dos adubos ou mesmo pelo calor da casa de vegetação. Presença de insetos mastigadores, causando danos. Queda de frutos e maturação tardia. Quando há menor fixação de frutos por causa da deficiência hídrica ou pela falta de insetos polinizadores.

Obs: 
Pode provocar a formação de frutos sem sementes.

Atenção:
Espasmos provocados pelo toque no pescoço próximo da laringe (havendo queimação na laringe) caracterizam Cantharis. Nefrite. Cálculo renal. Micção urgente com ardência.

Proximidade:
Arum triphyllum, Capsicum, Carbolic acidum, Sinapis alba, Arsenicum, Terebinthinae, Lilium tigrinum.

Preparados Complementares:
Sulphur, Belladona, Kali iodatum, Phosphorus, Nux vomica, Sepia.

Incompatíveis:
Coffea.

Antídotos:
Aconitum, Apis, Camphora, Kali nitricum, Laurocerasus, Rhus tox.

Dinamizações:
3D, 2CH a 30CH. 60C a 200C

 

Cantharis

Autor: Dr. S. R. Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
Comumente conhecida como mosca espanhola, ataca os órgãos urinários e sexual, pervertendo sua função estabelecendo inflamação violenta causando delírio frenético. Sua ação é rápida e intensa. As inflamações são violentamente agudas ou rapidamente destrutivas, nas membranas mucosas e serosas. As dores são cortantes, queimaduras ou como se fossem cruas, causando excitação mental. As descargas são sangrentas, acre, aquosas, tenazes. Ataques repentinos de fraqueza que tiram a voz. Efusões serosas. Nefrite; aguda parenquimatosa. Expulsa toupeiras, feto morto, placenta; promove a fecundidade. Hemiplegia do lado direito, com afasia. Em qualquer condição em que a urina seja escassa, deve-se considerar cortar e queimar Cantharis. Convulsões, com disúria e sintomas hidrofóbicos. Excitação, durante as dores. Remédio valioso para queimaduras e escaldões.

Melhora:
Cordialidade. Descansar. Fricção.

Piora:
Urinandio. Bebendo; frio. Objetos brilhantes. Som de água. Toque em esp. laringe. Café.

Mente:
Frenesi amoroso. Mania aguda de tipo sexual. Desejo sexual excessivo; não melhor por coito. Paroxismos de raiva com choro, latidos, mordidas e pior por objetos brilhantes; tocando a laringe, bebendo água fria. 
Perda súbita de consciência, com rosto vermelho, (dentição). Constantemente tenta fazer algo, mas não consegue nada. Canta canções obscenas. Conversas sobre órgãos genitais, urina, fezes. Humor insolente e contraditório.

Cabeça:
Sensação de queimação ou de água fervendo no cérebro. Cabeça pesada; dores de banho ou lavagem. O cabelo cai ao pentear.

Olhos:
Os objetos parecem amarelos. Brilhante ardente, olhar fixo.

Ouvidos:
Sensação como se o vento estivesse vindo do ouvido ou ar quente.

Face:
Pálido miserável, como a morte. Expressão de extremo sofrimento, terror ou desespero. Quente e vermelho. Vesículas de coceira no rosto. Mandíbulas bem fechadas; mania aguda.

Boca:
Ranger dos dentes, com mandíbula travada. Queimação na boca, faringe e garganta. Língua trêmula e inchada; bordas cruas. Saliva repugnantemente doce.

Garganta:
Como se estivesse pegando fogo. Dolorosamente contraída; grande dificuldade em engolir líquidos. Cheio de bolhas.

Estômago:
Sede ardente, mas aversão a todos os fluidos. Vômitos e vômitos violentos. Sensibilidade no estômago; a menor pressão produz convulsões. Agravamento de beber café, mesmo em pequena quantidade. Aversão a tudo.

Abdome:
Dor em queimação violenta em todo o trato intestinal; com sensibilidade dolorosa ao toque. Fezes queimaduras, com tenesmo do reto e da bexiga, com tremores após as fezes. Disenteria ou diarreia, com disúria. Corte no reto parcialmente melhor por flatulência, inteiramente por fezes. Constipação, com retenção de urina. Desejo de evacuar ao urinar.

Órgãos urinários:
Região do rim muito sensível. Urina; Queimadura, escalda; Com incidência intolerável de corte e tenesmo ou drible. Estrangular. Disúria. Urina com sangue. Aperto na bexiga. Nefrite aguda; cólica nefrítica; cistite. Hidropsia. A cólica renal melhora um pouco pela pressão na glande do pênis. Atonia da bexiga, devido à longa retenção de urina.

Macho:
Inchaço doloroso dos órgãos genitais. Priapismo. Puxa o pênis. O desejo sexual aumentou não melhor pelo coito. Sêmen sangrento. Poluições. Gonorréia. Queimação na uretra, após o coito.

Fêmea:
Ninfomania. Queimadura de corte nos ovários; ovarite. Menstruação, muito cedo; muito profusa, sangue preto ou escasso. Seios doloridos, com disúria. Expulsa moles, feto morto e placenta. Prurido, com forte desejo sexual; no clímax. leucorréia, com excitação sexual, causando coceira e masturbação.

Órgãos respiratórios:
Voz rouca, fraca. Muco tenaz nas vias aéreas. Crises curtas de tosse seca. Pleurisia com exsudação. Dores no peito melhores eructações. Queimando no peito. Pontos no esterno.

Coração:
Tendência à síncope. Pericardite com efusão. Pulso; fraco, irregular.

Pescoço e Costas:
Emprostótonos e opistótonos. Dor na região lombar com vontade frequente de urinar.

Extremidades:
Os joelhos vacilam ao subir degraus. Dor ulcerativa nas solas dos pés, não consegue pisar.

Pele:
Erupções vesiculares; ficando preto; com ardência e coceira. Erisipela; vesicular. Queimaduras e escaldaduras, melhor água fria. Tendência à gangrena. As erupções queimam quando tocadas.

Febre:
Frio; como se água fria derramasse sobre ele; durante as fezes. Mãos e pés frios. Suor urinário; nos genitais.

Relacionado
Apis, Ars, Merc-c.

Complementar:
Apis.

Cantharis

Autor: Rajan Sankaran

Obra: Texto baseado no livro The Soul of remedies de Rajan Sankaran. O Texto está diferente do original mas as idéias foram mantidas

Informações gerais: 
Cantharis (preparado da mosca espanhola) é um remédio do reino animal. Pertence à classe dos insetos.

Caso Clínico: 
Sankaran conta o caso de um paciente que se saiu extremamente bem com Cantharis. Ela havia consultado para infecção recorrente do trato urinário, com queimação, queimação e dor cortante durante a micção. A urina era passada em gotas e cada gota era terrivelmente dolorosa, tanto que ela cruzava as pernas e gritava por socorro, pedindo à mãe que fizesse alguma coisa. Ela disse que a dor era tão forte que ela queria rasgar o abdome, para remover a parte ofensiva.
Ela era muito animada em sua conversa e também era muito competitiva. Se alguém a ofendesse, ela teria vontade de quebrar a cabeça dele. Mas ela era muito simpática com os animais e até gostava de cuidar de cachorros de rua doentes. 
Ela tinha medos na escuridão. Se ela tivesse que ficar sozinha no escuro, sentiria que uma bruxa viria por trás dela e agarraria seu pescoço com mãos muito frias; ela quase podia sentir aquelas mãos em seu pescoço.

As rubricas que levaram a Cantharis, além dos sintomas físicos, foram:
• Delírio, sufocado por mãos geladas.
• Ansiedade, noite.
• Delírio, choro, socorro, por.
• Raiva, fúria.
• Violento, veemente.

À primeira vista, parece pertencer ao miasma agudo, e parece estar relacionado com Lyssinum.
Outras rubricas
• Ocupado inutilmente.
• Alegre, alegre, feliz, alternando com tristeza.
• Contradizer, disposição para.
• Delírio, maníaco.
• Delírio, ferido, está sendo.
• Destrutividade.
• Selvagem.
• Golpear objetos imaginários ao seu redor.
• Excitação, convulsiva.
• Medo, espelhos na sala.
• Medo de água.
• Insanidade, loucura, força aumentada.
• Ninfomania.
• Desprezível.
• Cantharis ataca os órgãos urinários e sexuais.
• Estabelecendo inflamação violenta e causando delírio frenético.
• As inflamações são violentamente agudas ou rapidamente destrutivas.
• As dores são cortantes, pungentes ou ardentes – mordendo ou como se fossem cruas, causando excitação mental.
• Convulsões com disúria ou sintomas hidrofóbicos.

Cantharis

(Cantárida)

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonímia:
Cantharides, Cantharis vesicatória, Lytta versicatoria e Meloé versicatoria. Pertence aos Insetos, Coleoptera. Medo e inquietação, com gemidos. Frenesi amoroso. A dor ardente (em qualquer parte do corpo) e a intolerável necessidade frequente de urinar, indicam este remédio, qualquer que seja a moléstia considerada (moléstia dos rins, uretra, bexiga, cérebro, pulmão, garganta, ovário, útero, estômago, intestino, pele, etc.). Fácies hipocrática. Colapso com frio na superfície e calor interno. A urina passa gota a gota ou não passa. Estrangúria. Cistite. Um grande remédio dos cálculos renais. Grande remédio da nefrite aguda, com muita albumina e anasarca, sobretudo depois de moléstias infecciosas. Depois da Beladona na escarlatina, “uma das poucas certezas da medicina”. (DR. W. DEWEY). Pericardite com derrame. Furioso desejo sexual, quase maníaco. Excitação amorosa. Priapismo. Ninfomania. Delírio frenético. Blenorragia aguda, de gancho, com muito desejo sexual; ereções dolorosas, urinas com sangue, gota a gota. Retenção da placenta. Promove a expulsão da mola e feto morto. Esterilidade. Desarranjos gástricos. Febre puerperal com cistite. Pleuris; para absorver o derrame. Tendência à síncope. Erupções vesiculosas; erisipela da face; erisipela tifóide. Queimaduras. Eczemas. Ardor nas solas dos pés, à noite. Perturbações do estômago, fígado e intestinos, que se agravam por beber café.

Ponto de Weihe:
Linha vertical passando pelo ângulo inferior da omoplata (braços pendentes) até o bordo inferior da 1.ª costela, bilateralmente.

Complementares:
Camphora.

Remédios que lhe seguem bem:
Bell., Kal iod., Nux.. Phosph., Puls., Sep. e Sulphur.

Inimigos:
Coffea.

Antídotos:
Acon., Apis., Camphor., Kali nit., Laur., Pulsat, e Rhus.

Duração:
30 a 40 dias.

Dose:
3.ªx à 30.ª, 60.ª 100.ª e 200.ª.

Uso externo:
Queimaduras (1 para 40 de água ou vaselina), eczemas, queda dos cabelos, úlceras das pernas (óleo cantarizado a 1:10), erisipela vesiculosa, herpes zoster (neste último), pomada com a 3.ªx

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos