Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Coffea cruda

Coffea cruda

Casali

Coffea cruda

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com grãos de café (sem torrar). Alguns compostos bioativos: Cafeína, Teobromina, Teofilina, Trigonelina, Ácido cafeico, Ácido Clorogênico, Ácido Ferúlico.

Palavra chave:
Insônia, sensibilidade, agitação, intolerância a dor. Virose animal.

Tropismo Homeopático:
Sistema nervoso central, coração.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Eretismo dos nervos com hipertonia da fibra muscular. Hiperatividade mental. Excitação das atividades orgânicas. Excitação do músculo do coração. Hiperestesia sensorial. Insônia com agitação mental e corporal.

Sinais de Exaltação
Sensações: 
Tensão dos nervos, mente, músculos, sentidos, cérebro rasgado em pedaços, prego espetado na cabeça, cabeça pequena, cólicas, laringe em carne viva (garganta ferida), estar fora de casa (abandonado ou não), algo pressionando o cérebro, ouve vozes, anda no ar, estando deitado não toca a cama.

Sinais Mentais:
Mente hiperativa (principalmente à noite). Compreensão fácil. Memória boa. Muitos pensamentos. Imagina não estar em casa. Pensamentos joviais. Jovialidade nas ações mentais. Irritabilidade mental. Impressões mentais agradáveis. Grande fluxo de ideias (principalmente ao acordar). Processos mentais rápidos e ágeis. Ansiedade mental com indecisão. Elabora teorias. Planeja muito. Depressão mental por excesso de alegria ou por emoções fortes. Insegurança mental.

Sinais Emocionais:
Alegria, riso excessivo, euforia emocional. Emoções agradáveis e súbitas. Sentimentos fortes por sua família e por Deus. Sofrimento por culpa. Choro fácil por dores. Chora de modo terrível com histeria. Excitação e felicidade alternando com: nervosismo, agitação e apreensão. Humor variável.

Sinais Comportamentais:
Afetuoso. Trabalhador. Não tolera humilhação, nem compaixão por si (nem consolo). Comporta-se com apreensão ao comer e beber. Caprichoso. Exigente no paladar. Guloso.

Sinais Subconscientes:
Medo de barulho. Medo de morrer durante o parto. Medo de dores. Medo geral.

Sinais Gerais:
Intolerante ao ar fresco ao frio, ao vento frio, a roupa apertada. Congestão cefálica após surpresa agradável. Loquacidade. Sensível a dor. Dorme até 3 h, depois apenas cochila. Hipersensibilidade (aos mínimos barulhos). Sensibilidade a dor e ao toque. Prurido com volúpia na genitália. Vulva sensível. Sonhos confusos, numerosos e vívidos. Dorme pouco. Exaltação com atividade física. Angústia. Prurido anal. Muito loquaz. Nervosismo, agitação. Muita fadiga. Percepção de gosto mais agudo e adocicado. Insônia noturna com sonolência diurna, acorda muito à noite. Sem sono por causa da atividade mental.

Sinais Físicos:
Opressão no peito, asma. Forte dor de cabeça. Enxaqueca. Nevralgias em várias partes. Taquicardia. Palpitações após excitações no peito. Palpitações irregulares intensas e bruscas (principalmente após alegria/surpresa). Tosse seca. Pele avermelhada ao frio. Respiração curta e dificultada. Dor de cabeça que agrava com: barulho, cheiros e excitantes. Dor de dente. Fome intensa. Pressão alta.

Generalidades
Agrava:
Com emoções fortes (de alegria) excitantes, cheiro forte, frio. Agrava ao ar livre e à noite.

Melhora: 
Com calor, deitando, gelo na boca.

Perfil (Criança):
Chorona, inconsolável, hipersensível, não tolera ser carregada. Reclama muito. Exagera muito nas reações e apronta escândalos por pequenos motivos. Fica ofendida facilmente, melindrada, muda de humor. Com insônia por pequenas
percepções no dia.

Indicações
Quadros Comuns:
A) Hipersensibilidade (6 a 30CH)
a) Nervosismo com: tensão (psíquica, física e muscular), agitação constante (psíquica e física), superatividade mental (muitos pensamentos). Agrava com excitantes (café, vinho, chá, odores, álcool), com barulho, com emoções (principalmente alegria).
b) Atividade com: euforia e com grande imaginação, vivacidade, mobilidade do olhar, impressionabilidade (com notícias boas), excitação sexual, agitação e barulho.
c) Dor com: intolerância física e psíquica. Agravação por emoção, barulho, frio, toque, à noite.
d) Insônia com: superatividade mental (muitos pensamentos), hipersensibilidade auditiva, agitação física, agravando com alegria (30CH).
B) Distúrbios Gerais (9 a 30CH) Hipertireoidia. Eretismo cardíaco. Febre sem sede. Menstruações com fluxo intenso e demorado (sangue escuro, com coágulos). Desmaio por emoções. Cefaleia por trabalho intelectual. Dispepsia nervosa com intolerância a roupas (apertando o estômago). Diarreia emotiva. Palpitações cardíacas emotivas. Taquicardia emotiva. Tosse com coceira na laringe. Aumento da audição e da visão. Nevralgias: na face, nos dentes, nos membros. Insônia porexcitaçã o nervosa e por dentição. Ideias vão e voltam. Intensa atividade mental. Tosse seca do sarampo. Palpitações do coração por nervosismo (urinando intensamente). Todas as dores são intensas, quase insuportáveis e desesperadoras.

Dor:
De dente que melhora com frio local e ocorre nas menstruações. Vagina e vulva com sensibilidade.

Quadros Animais:
Viroses na fase inicial antes das bacterioses secundárias. 1CH, 2CH, 2D, 3D, 30D.

Atenção:
Pessoas com: excesso de atividade mental e insônia, sensibilidade a dor, muita agitação e estando na menopausa. Cólicas por pressão de gases. Cólicas por roupa apertada.

Homeopatias Sucessoras:
Belladona, Fluoricum acidum, Lycopodium, Opium, Sulphur.

Homeopatias Incompatíveis:
Cantharis, Causticum, Cocculus, Ignatia.

Antídotos: 
Aconitum, Aceticum acidum, Chamomilla, China, Graphites, Mercurius, Nux vomica, Pulsatilla, Sulphur.

Duração:
1 a 7 dias.

Dinamizações:
5CH a 30CH, 200C.

Outras Denominações:
Coffea laurifolia, Jasminum arabicum.

Coffea cruda

Autor: Sr Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Nota do editor: Coffea cruda é um medicamento homeopático, mais comumente usado para insônia ou insônia. É também um remédio útil para dor de dente.Coffea é um género botânico pertencente à família Rubiaceae. As espécies de Coffea são arbustos ou pequenas árvores nativas da África tropical e do sul e da Ásia tropical. As sementes de algumas espécies, denominadas grãos de café, são utilizadas para fazer diversas bebidas e produtos à base de café. O café, em doses grandes o suficiente, contendo cafeína pode causar insônia, nervosismo e inquietação, dores de estômago, náuseas e vômitos, aumento da frequência cardíaca e respiratória e outros efeitos colaterais.Consumir grandes quantidades de café também pode causar dor de cabeça, ansiedade, agitação, zumbido nos ouvidos e batimentos cardíacos irregulares. Em dosagem potencializada homeopática, Coffea cruda é seguro e não apresenta efeitos colaterais relatados.

Generalidades:
Não há diferença entre os sintomas do café torrado e do café cru. Acredita-se que o café antídoto quase todos os medicamentos homeopáticos; mas é duvidoso que pudesse fazê-lo esp. quando os remédios são administrados em alta potência (Clarke). A experiência mostra que o remédio homeopático corretamente selecionado atua apesar da ingestão de café. O café aumenta a sensibilidade dos nervos; tornando-os excitáveis e sensíveis; sentidos especiais tornam-se superagudos; emoções esp. alegria e surpresa agradável, produz sintomas perigosos. Dor, toque, barulho, odores tornam-se intoleráveis.Coffea cruda tem atividade incomum da mente e do corpo. Convulsões de crianças com dentição, com ranger dos dentes e frieza dos membros. Convulsão por brincadeiras ou risos excessivos, em crianças fracas. É adequado para pessoas altas, magras e curvadas, com tez escura; de temperamento colérico. Coffea cruda tem efeitos nocivos de medo, susto, amor desapontado, fadiga; riso excessivo, longa viagem. Sensação de calor. Grande agitação nervosa e inquietação. Histeria; gritando chorando. Dores intoleráveis, leva ao desespero.

Piora:
Barulho. Tocar. Odores. Ar; aberto, frio e ventoso. Esforço mental; emoções. Comer
demais. Álcool. Noite. Narcóticos. Odores fortes.

Melhora:
Mentindo. Dormir. Cordialidade.

Mente:
Êxtase; cheio de idéias, rápido para agir, portanto desperto. Chora, lamenta e se agita; sobre ninharias. Chora e ri com facilidade; enquanto chora, de repente ri muito e finalmente chora novamente. Agora alegre agora sombrio. Ressente simpatia. Desmaia facilmente. Irritável e acordado. Coffea cruda tem medo de uma surpresa repentina e agradável. Treme. Joga coisas.

Cabeça:
Parece que o cérebro foi feito em pedaços, quebrado ou esmagado. Como se um prego fosse cravado na cabeça. Clavus. Dor apertada. 
A cabeça parece muito pequena. Sente e ouve um estalo no vértice. Têmporas latejando, com queimação nos olhos.

Olhos:
Consegue ler letras miúdas com mais nitidez. Pupilas dilatadas. Olhos brilhantes.

Ouvidos:
O ruído é doloroso. Em Coffea cruda, a audição é mais aguda; ouve sons distantes. Dificuldade de audição, com zumbido como o de um enxame de abelhas.

Nariz:
Cheiro agudo e sensível. Sangramento nasal; com peso na cabeça e mau humor; durante o esforço para evacuar.

Face:
Dor, (à direita), irradiando. Seco, quente, com bochechas vermelhas.

Boca:
No Coffea, Dor de dente é melhor segurando água gelada na boca; pior à medida que esquenta, estende os braços até as pontas dos dedos; durante a menstruação. 
Sabor delicado. Salivação; durante a gravidez.

Garganta:
Dor como de um plugue, com desejo constante de engolir. Úvula muito longa.

Estômago:
Fome imoderada; come e bebe apressadamente. O estômago parece sobrecarregado; durante a cólica.

Abdome:
As roupas são opressivas. Dores abdominais, com desespero (mulheres). Diarréia; nas donas de casa por se preocuparem demais com os assuntos domésticos; durante a dentição.

Órgãos urinários:
Supressão da urina. Micção frequente e profusa, de urina incolor.

Macho:
Genitais com coceira quente.

Fêmea:
Menstruação; muito precoce e duradouro. Dismenorréia, grandes coágulos de sangue preto. Coceira voluptuosa na vulva, mas a vagina e a vulva são muito sensíveis para esfregar ou arranhar, aversão ao coito, daí. Pós-dores. Coffea cruda tem dor de dente durante a menstruação. Severas dores pós-parto ou dores de parto; com medo da morte. Ninfomania.

Órgãos respiratórios:
Tosse curta, seca e persistente; de sarampo; em crianças nervosas e delicadas.

Coração:
Palpitação nervosa, com tremores de membros pior calor do sol; após alegria excessiva ou surpresa. Aumento súbito da pressão arterial.

Extremidades:
Mãos trêmulas, não consegue segurar a caneta. Neuralgia ciática ou crural pior movimento, melhor pressão. Espasmos nos membros.

Coffea cruda

Autor: Rajan Sankaran

Obra: Texto baseado no livro The Soul of remedies de Rajan Sankaran. O Texto está diferente do original mas as idéias foram mantidas

Informações gerais: Coffea é um remédio vegetal, dos grupos de remédios “drogas”.

Miasma: 
Pertence ao miasma sicótico.

Mental/emocional: 
Em Coffea é preciso ser trabalhador, produtivo e criativo, e fazer as coisas em benefício dos outros, para não se sentir isolado. A pessoa de Coffea sente que só será aceita pelos outros se for benevolente, fazendo coisas boas para outras pessoas. Então ele ficará acordado à noite, trabalhando e criando.É como se ele se encontrasse longe de casa, em um lugar desconhecido, sentindo-se abandonado e totalmente isolado. Seu futuro é incerto. Ele se torna trabalhador, criativo, fazendo planos. Toda essa atividade mental e física, característica de Coffea, não é para seu sucesso ou fracasso, mas por essa necessidade de fazer algo de bom para os outros, para que seja aceito pelo grupo. Ele é muito consciencioso e se algo der errado, ele sente muito remorso. Tripulantes de aeronaves e cirurgiões tomam muito café porque precisam estar atentos para evitar qualquer erro e o consequente remorso. Também as pessoas que precisam ser criativas – por exemplo, artistas, escritores, cineastas, etc. – ingerem muito café. A pessoa de Coffea trabalha para o benefício dos outros e dificilmente espera que qualquer gentileza seja mostrada a ela. Ele dificilmente experimenta qualquer alegria e, se houver alguma alegria repentina, como uma bondade inesperada, ele não pode aceitá-la – ele chora de alegria (“Doenças de alegria”).

Comparações: 
A diferença entre Coca e Coffea é que o primeiro tem que fazer algo grande para fazer parte do grupo e evitar o isolamento.

Rubricas:
• Doenças excessivas de alegria.
• Doenças de surpresas agradáveis.
• Sentimento de abandono.
• Delírio , de bela paisagem.
• Benevolência.
• Delírio, longe de casa.
• Encante-se com a descrição das belezas da natureza.
• Medo,de dor.
• Remorso.
• Fazendo muitos planos.
• Atividade mental aumentada excessivamente.
• Atividade mental com insônia.
• Atividade, criativo.
• Ansiedade sobre o futuro.
• Rápido para agir (Lachesis).
• Choro de alegria.
• Insônia, pensamentos e atividades da mente; a mesma ideia é sempre repetida.

Coffea cruda

(Café cru)

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonímia:
Coffea laurifolia e Jasminum arabicum. Pertence às Rubiaceae. O principal uso deste remédio é na insônia por superexcitação nervosa; o espírito é excessivamente ativo, com ideias que vão e voltam insistentemente. Grande atividade mental: nervosidade com exagerada exaltação dos sentidos. Tosse seca do sarampo. Hipersensibilidade. Insônia da dentição. Humor variável. Palpitações nervosas do coração, com abundante secreção de urina. Dores são sentidas intensamente; parecem quase insuportáveis, levando o paciente ao desespero. Dores do parto. Nevralgias e dores de dentes melhoradas pela aplicação da água fria. Durante as regras. Vulva e vagina sensíveis. Nevralgia crural agravada pelo movimento. Maus efeitos de súbitas emoções ou surpresas agradáveis. Insônia causada por boas noticias.

Ponto de Weihe:
Debaixo da arcada zigomática, adiante da inserção do lóbulo da orelha, do lado direito.

Complementares:
Aconit.

Remédios que Ihe seguem bem:
Acon., Am., Bellad., Fluor. acid., Lycop., Opium; Sulphur.

Inimigos:
Canthar., Caustic., Coccuhis e Ignatia.

Antídotos:
Acon., Acet. acid., Chamomilla, China, Grat., Merc., Nux., Pulsat, e Sulphur.

Duração:
1 a 7 dias

Dose:
5.ª 30.ª e 200.ª. Geralmente a 12.ª. Na insônia a 30.ª.

 

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos