Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Início » Muriaticum acidum

Muriaticum acidum

Casali

Muriaticum acidum

Autores: V. W.D.Casali, F. M.C.Andrade, E. S.M.Duarte

Livro:  Acologia de Altas Diluições

A preparação básica é feita com o ácido clorídrico, conhecido também como ácido muriático. Na alopatia está relacionado a dispepsia. A intoxicação causa irritação estomacal com vômitos seguidos de fraqueza cardíaca, suores frios, colapso e óbito.

Palavra chave:
Mucosa, febres altas, prostração. Animais rabugentos.

Patogenesia
Sinais Funcionais:
Boca, estômago e ânus com inflamações ulcerativas podendo atingir as mucosas dos órgãos genitais. Excitação, hipersensibilidade, ou irritabilidade seguida de prostração profunda dos músculos e nervos. Aumento da coagulação do sangue e distúrbios do sangue.

Sinais de Exaltação
Sensações:
Queimadura nas mucosas, calor com ardência na pele, membros pesados, cérebro esmagado e dolorido, cabeça pesada, audição fraca.

Sinais Mentais:
Irritabilidade mental. Não suporta pensar em carne de animais. Inquietude mental.

Sinais Comportamentais:
Comporta-se como: resmungador inquieto, taciturno, sofredor, rabugento, irritadiço, impaciente, mal-humorado, bêbado (por andar cambaleando), tristonho, taciturno. Sedento por estimulantes, intolerante a vozes, não suporta ver carne.

Generalidades
Agrava:
Antes da meia-noite.
Melhora:
Após deitar-se sobre o lado esquerdo, com calor (principalmente a prostração).

Indicações
Quadros Comuns:
A) 5 ou 6CH – Mucosas com inflamação, com sensação de queimadura, coloração arroxeada/azulada. Úlceras escurecidas nas mucosas com secreções de péssimo cheiro e irritantes com coberturas que parecem membranas, com tendência a hemorragia e fraqueza geral do organismo. Mau hálito, hipersalivação. Disfagia. Hipersensibilidade das hemorroidas. Leucorreia fétida.
B) 5 a 12CH – Prostração (com febre ou não), fraqueza (nervos e músculos), face vermelha escura, lábios rachados/doloridos, língua seca/dura, coração fraco, pulso rápido. Gemidos/delírios/resmungação. Queda do maxilar inferior. Pele calorosa. Incontinências (urinar/defecar). Escaras fétidas. Hemorragias. Diarreias.
C) 9 a 30CH – Pulso fraco e rápido. Astenia, depressão/mau humor/irritabilidade. Dor de cabeça frontal ou occipital, vertigens, desejo de estimulantes.
D) 5 ou 6CH – Dores no tendão de Aquiles. Erupções na forma de vesículas que pioram ao sol, manchas provocadas pela insolação. Úlceras na pele que se aprofundam azuladas, fétidas, ardentes.
E) 5 a 30CH – Manchas com pigmentação provocadas pelo sol. Tártaro dentário. Febres altas com forte prostração, diarreia verde-escura com incontinência (defecar/urinar). Pulso fraco, queda do queixo. Estomatite aftosa, úlceras na língua,
hemorroida azulada/sensível, hemorroida da gravidez, hemorroida repentina infantil. Sequelas de escarlatina no nariz/ouvido. Furúnculo fétido nos membros inferiores.

Quadros animais:
Animais que ficam gemendo, rabugentos, fracos, com língua/lábios feridos ou não, vorazes ao verem carne. 5CH, 12CH, 30CH.
Atenção:
Geme alto. Sofre em silêncio. Ao urinar tem peristaltismo intestinal. Acloridria e fermentação estomacal. Alcoólicos.

Homeopatias sucessoras:
Calcarea carbonica, Kali carbonicum, Nux vomica, Pulsatilla, Sepia, Sulphur, Silicea.

Antídotos:
Bryonia e Camphora.

Duração:
35 dias.

Outras denominações:
Muriatis acidum, Muriatic acidum, Hydrochloricum acidum.

Proximidades:
Baptisia, Phosphoricum acidum, Arsenicum, Sulphuricum acidum (quadros de pele), Causticum (na prostração).

Muriaticum acidum

Autor: Dr. S. R. Phatak 

Obra:  Matéria Médica Concisa

Generalidades:
O ácido clorídrico tem afinidade eletiva pelo SANGUE, produzindo quadros sépticos semelhantes aos encontrados nas febres baixas, com febre alta e grande prostração. MÚSCULOS são afetados esp. de CORAÇÃO; da bexiga, ânus, língua etc., causando paresia. MEMBRANAS MUCOSAS; da BOCA e aparelho digestivo; estão secos, sangrando, rachados e profundamente ulcerados. Dor no corpo causando INQUIETAÇÃO; freqüentemente muda de posição, mas logo fica fraco e muito debilitado; quer deitar; escorrega na cama; os olhos se fecham, o maxilar inferior cai. Azulado; língua, hemorróidas, úlceras. Queimaduras. Dores lancinantes. Hemorragias violentas. Estados escorbúticos. Pulsações em partes únicas. As partes estão secas, profundamente ulceradas, sangrando ou rachadas. Membranas mucosas sangrentas. Esgotamento muscular. Inchaço hidrópico.

Piora:
Tocar. Clima úmido. Andando. Bebidas geladas, banho. Sentado. Voz humana. Sol.

Melhora:
Movimento. Cordialidade. Deitado do lado esquerdo.

Mente:
Introvertido. Triste e taciturno. Sofre em silêncio. Irritável. Resmungando. Gemidos altos e persistentes.

Cabeça:
Vertigem pior movendo os olhos, ligeiramente; deitado no lado direito, ou nas costas. Dores occipitais, peso de chumbo; pior olhando atentamente para qualquer objeto. O cérebro parece machucado; com dor de cabeça, o som da voz é intolerável. Dor periódica no olho esquerdo; com dormência no braço direito e afasia. Cabelo como se estivesse de pé na cabeça.

Olhos:
Hemiopia vertical. Os olhos se fecham ao sentar; da exaustão.

Ouvidos:
Surdez. Voz distante (falando) causa dor de cabeça. Corte da mastóide à nuca. Formigamento, rastejando, dor fria correndo até o vértice.

Nariz:
Sangrar; muito espirro.

Face:
Rosto vermelho escuro ou brilhante; com as mãos frias; mas sem sede. Lábios doloridos, rachados e escamosos. Mandíbula inferior caída. Sardas devido à exposição ao sol.

Boca:
Seco. Língua; azulado, pesado, rígido; atrapalha a fala; aparência encolhida ou queimada. Aftas. Dentes piores ácidos e doces. Sodes nos dentes. Gengivas inchadas, sangrando, ulceradas. Caroços duros na língua. Lábios; queimar, pesado, inchado. Tudo tem um gosto doce. A cerveja tem gosto de mel. Câncer de língua.

Garganta:
Seco; com queimação no peito. A tentativa de engolir produz espasmos e engasgos. Deglutição involuntária.

Estômago:
Aversão à carne. Acloridria. O estômago não tolera nem digere os alimentos.

Abdome:
Plenitude e distensão no abdome devido a pequena quantidade de comida. Uma sensação de vazio no estômago, também no abdome após as fezes; e em am Fezes involuntárias ou prolapso do reto; ao urinar ou passar flatulência. Pilhas muito
doloridas; melhor calor; piora durante a gravidez; projetandose como um cacho de uvas. Ânus dolorido durante a menstruação. Fígado aumentado, dolorido. Ascite; da cirrose do fígado.

Urinário:
Atonia da bexiga; deve esperar muito tempo, antes que a urina passe; ou tem que pressionar com tanta força que o ânus se projeta. Não consegue urinar sem também evacuar. Urina; vermelho, violeta, leitoso, abundante, noite e dia; escapa do vento que passa.

Fêmea:
Leucorréia, com dor nas costas. Picadas na vagina. Genitais muito sensíveis, não suportam o mínimo toque.

Coração:
Grande pulso cheio e suave. O pulso cai a cada 3 batidas. Pulso fraco, rápido e pequeno. Palpitação sentida no rosto.

Extremidades:
Dedos e dedos dos pés inchados e vermelhos. Coxas fracas. Cambaleia ao caminhar, devido à fraqueza das coxas e joelhos. Eczema do dorso das mãos. Cãibras na ponta do polegar (à direita) ao escrever, desaparece ao movê-lo. Dor no tendão de Aquiles. Antebraços pesados.

Pele:
As úlceras latejam ao caminhar. Escarlatina, lívida com petéquias.

Febre:
Frio na cama, de manhã cedo. Calor ardente intenso; com aversão a capas. Febres adinâmicas; tifóide, séptico etc.

Relacionado:
Batizado; Bryonia

Muriaticum acidum

(Ácido clorídrico)

Autor: Sr Nilo Cairo

Obra:  Guia de Medicina Homeopática

Sinonimia:
Muriaticum acidum.
Um grande remédio das febres de caráter tífico com—alta temperatura, grande prostração, diarreia verde-escura, involuntária, ao urinar. Fuliginosidades nas gengivas, pulso fraco, pequeno e intermitente, queda do queixo, língua muito seca e retraída; o doente torna-se tão fraco que resvala ao pôr os pés na cama. Febre tifóide, febre gástrica, gripe intestinal, typhus. Estomatite aftosa. Úlceras da língua; cancro. Hemorróidas azuladas, quentes, com violentas agulhadas no ânus, excessivamente sensíveis ao toque; hemorróidas dos velhos; durante a gravidez; aparecendo subitamente nas crianças. Prolapso do reto. Sequelas da escarlatina no nariz e no ouvido. Erupções papulosas e vesiculosas. Furúnculos e úlceras de mau cheiro, nos membros inferiores.

Ponto de Weihe:
Sobre a extremidade interna da clavícula direita, no bordo interno do esternocleido-mastóideo. Fazer pressão de dentro para fora.

Remédios que lhe seguem bem:
Calc., Kali carbon., Nux, Puls., Sepia, Sulph. e Silicea.

Antídotos:
Bryon. e Camphora.

Duração:
35 dias.

Dose:
1.ª à 6.ª.

logo-naturoergos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Buscar Artigos
Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors
Buscar por Autor

Veja mais Artigos